Ligue-se a nós

Desporto

W52-FC Porto ‘domina’ contrarrelógio e João Rodrigues vence

Publicado

Foto: Facebook Volta a Portugal PODIUM / Paulo Maria

João Rodrigues (W52-FC Porto) conquistou este domingo a 81.ª Volta a Portugal em bicicleta num contrarrelógio final, no Porto.

Depois de ter partido para a última etapa atrás de Jóni Brandão, por 41 centésimos de segundo, João Rodrigues foi o mais rápido no ‘crono’, em 27.31 minutos, menos 15 segundos do que António Carvalho (W52-FC Porto) e 27 do que o ciclista da Efapel.

Na geral, Rodrigues, de 24 anos, terminou com 27 segundos de avanço sobre Brandão e 1.08 minutos do que o espanhol Gustavo Veloso (W52-FC Porto).

Na sétima vitória consecutiva para a equipa de Sobrado, Rodrigues sucede ao bicampeão espanhol Raúl Alarcón, o grande ausente da 81.ª edição por lesão, e a Rui Vinhas como novo vencedor luso, três anos depois.

Entre Vila Nova de Gaia e o Porto, e com dezenas de milhares de pessoas a assistir ao longo do percurso, e sobretudo no final, na Avenida dos Aliados, os ‘azuis e brancos’ exibiram o domínio que têm evidenciado nas últimas sete edições e colocaram seis dos sete atletas no ‘top-10’ da etapa.

Rodrigues venceu, à frente de António Carvalho, que tinha vencido no sábado na Senhora da Graça, Gustavo Veloso foi quarto, Samuel Caldeira, vencedor do prólogo e camisola amarela nos primeiros dias, foi sétimo, Edgar Pinto foi nono e Ricardo Mestre, campeão da Volta em 2011, 10.º.

Na geral, Rodrigues nunca correu com a amarela, mas acabou por ganhá-la, batendo Jóni Brandão, terceiro na etapa após ceder 27 segundos para o vencedor, de 24 anos.

Desporto

Lionel Messi eleito melhor jogador do ano da FIFA

Publicado

Foto: Facebook Leo Messi

O futebolista argentino Lionel Messi conquistou esta segunda-feira pela sexta vez o título de melhor jogador do ano da FIFA, prémio agora denominado ‘The Best’, durante cerimónia que decorreu em Milão, Itália.

O jogador argentino desempatou assim as contas com o português Cristiano Ronaldo, que conquistou cinco vezes o título e que também estava nomeado este ano, tendo ainda superado o holandês Virgil van Dijk, que tinha sido eleito o melhor jogador europeu.

Cristiano Ronaldo, que não marcou presença na cerimónia, integrou o melhor ’11’ masculino FIFPRO.

Continue a ler

Populares