Ligue-se a nós

Desporto

Volta ao Alentejo: “É das provas que os portugueses gostam de ter no palmarés”

Publicado

Foto: Pixabay

Está na estrada a “Alentejana”. A 37ª Volta ao Alentejo em bicicleta agrega mais de 120 ciclistas, em representação de 18 equipas.

Até domingo, são mais de 800 quilómetros em disputa, com seis etapas (cinco em linha e um contra-relógio).

É uma das provas mais emblemáticas do calendário velocipédico nacional.

O assessor da Federação Portuguesa de Ciclismo e especialista na modalidade, José Carlos Gomes, anteviu à Record FM uma competição dominada pelas formações portuguesas: “É uma prova de classe 2.2 internacional, portanto é uma corrida que atrai as principais equipas portuguesas e também algumas estrangeiras. É daquelas provas que todos os corredores portugueses gostam de ter no palmarés. As equipas portuguesas são favoritas. As formações estrangeiras são de categoria semelhantes às nossas, devido ao estatuto internacional da prova. Equipas estrangeiras com corredores muito jovens, mas também muito ambiciosos”.

José Carlos Gomes lembrou  à Record FM que na “Alentejana” costumam surgir potenciais estrelas a nível mundial: “É curioso saber quem se vai destacar. Na última década tem sido esse o perfil da Volta ao Alentejo. Aparecem ciclistas que passados alguns anos chegam ao topo da modalidade. Lembro-me que chegou a ganhar o Jasper Sullivan, que é hoje um dos principais corredores de clássicas do “World Tour”. Há três anos o vencedor no Alentejo foi o espanhol Enric Mas, que é atualmente um dos principais corredores do “World Tour”. Ainda no ano passado foi segundo na Volta a Espanha”.

Portanto, a expetativa é grande nesta 37ª Volta ao Alentejo. Ver a luta entre corredores portugueses com provas dadas e as jovens promessas estrangeiras.

Etapas:

20 de março, 1.ª etapa: Montemor-o-Novo – Moura, 208 quilómetros

21 de março, 2.ª etapa: Mértola – Odemira, 182 quilómetros

22 de março, 3.ª etapa: Santiago do Cacém – Mora, 176 quilómetros

23 de março, 4.ª etapa: Ponte de Sor – Portalegre, 74 quilómetros

23 de março, 5.ª etapa: Castelo de Vide – Castelo de Vide, oito quilómetros

24 de março, 6.ª etapa: Portalegre – Évora, 152 quilómetros

Desporto

Entradas de borla a quem for ver o Beira-Mar de bicicleta

Publicado

Foto: Facebook Sport Clube Beira-Mar

A falta de combustível provocada pela greve dos motoristas de transportes de matérias perigosas está, garantidamente, a condicionar as programações de treinos e jogos no desporto, mas também já houve quem aproveitasse esta crise, para atrair mais espetadores ao futebol.

Em plena crise dos combustíveis, o Beira-Mar decidiu oferecer bilhetes para o jogo contra o Fiães, marcado para esta sexta-feira, às 16 horas, a quem se deslocar de bicicleta ao Complexo Desportivo da Gafanha da Nazaré, casa emprestada do clube de Aveiro.

No facebook oficial do Beira-Mar pode ler-se:

Sexta-Feira jogamos pertinho, em casa emprestada, na Capital da Bicicleta, a Gafanha da Nazaré.

E porque não vos queremos preocupados com Gasóleos e Gasolinas, quem aparecer no estádio de Bicicleta não paga bilhete! 🚴‍♀️

Sem filas, sem preocupações e saudáveis como nunca! 💪

Contamos com todos vocês na Sexta-Feira?

Sport Clube Beira-Mar 🆚 Fiães S.C.
📍 Complexo Desportivo da Gafanha da Nazaré
📅 Sexta-Feira 19 Abril
16H00

 

Continue a ler

Populares