Ligue-se a nós

Atualidade

Urgência pediátrica do Garcia de Horta fechada aos fins de semana

Publicado

O Conselho de Administração do Hospital Garcia de Orta (Almada) anunciou hoje que vai manter o modelo de encerramento da urgência pediátrica aos fins de semana, das 20h00 de sexta-feira às 08h30 de segunda-feira, até 18 de novembro.

Em comunicado, a administração adiantou ainda que nesta sexta-feira, o Serviço vai encerrar mais cedo, às 9h00, e reabre às 8h30 de segunda-feira, dia 4 de novembro.

Apesar do Ministério da Saúde ter aprovado a contratação direta de três profissionais, o presidente do hospital, Luís Amaro, admitiu a possibilidade de a urgência pediátrica só voltar a funcionar normalmente aos fins de semana “daqui a seis meses”, após a realização de concursos de admissão de novos pediatras.

No comunicado hoje divulgado, o Hospital Garcia de Orta lembra que os utentes podem recorrer ao Atendimento Complementar nos Centros de Saúde Rainha D. Leonor (Almada) e Amora (Seixal), entre as 10h00 e as 17h00.

Para situações mais graves, os utentes devem recorrer às urgências pediátricas dos hospitais de Santa Maria ou D. Estefânia, em Lisboa.

Atualidade

Em Portugal Continental não vai haver quarentena para turistas

Publicado

O primeiro-ministro assegurou hoje que em Portugal Continental não irão vigorar normas de quarentena para quem venha de fora do país, e disse estar tranquilo e “sem pressas” quanto à reabertura da fronteira terrestre com Espanha.

No final de um Conselho de Ministros de quase oito horas, que se reuniu para fazer o balanço das medidas da segunda fase de desconfinamento e tomar decisões relativamente à terceira fase, no âmbito da pandemia de covid-19, António Costa foi questionado se Portugal estava a negociar com algum país para que turistas possam entrar no país sem quarentena.

“Em Portugal Continental não vigorou, não vigora e nem pretendemos que venham a vigor normas de quarentena, têm sido única e exclusivamente adotadas pelas Regiões Autónomas, nunca o Governo da República as adotou e nunca as irá adotar”, afirmou.

Questionado se concorda com o anúncio feito pelo seu homólogo espanhol, Pedro Sánchez, de que a fronteira terrestre não reabra antes de 15 de julho, o primeiro-ministro remeteu o tema para negociações bilaterais.

“Estamos totalmente tranquilos e sem pressas na reabertura da nossa fronteira, respeitamos integralmente a sua vontade de não proceder à reabertura antecipada de fronteiras”, afirmou.

António Costa salientou que esta fronteira terrestre se mantém aberta para transporte de mercadorias, trabalhadores transfronteiriços e para os emigrantes que pretendam atravessar a Espanha para vir a Portugal, recordando que França já assegurou que os portugueses não terão de cumprir quarentena no regresso de férias.

Lusa

Continue a ler

Populares