Ligue-se a nós

Atualidade

Universidade do Algarve vai ter licenciatura em Bioengenharia

Publicado

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve (UAlg) vai ministrar a partir do próximo ano letivo (2019/2020) uma licenciatura em Bioengenharia.

Fonte do gabinete de comunicação da universidade precisou à agência Lusa que vão abrir 22 vagas para esta nova licenciatura em Bioengenharia em Faro, que terá uma duração de três anos (180 ECTS – sigla inglesa para European Credit Transfer System). A admissão requer a realização dos exames de Biologia e Geologia e Matemática A ou de Física e Química e Matemática A.

O curso vai contar com o “apoio do departamento de Ciências Biomédicas e Medicina e da Escola Superior de Saúde” de Faro e tem por meta “preparar profissionais com competências técnicas e científicas para resolverem problemas multidisciplinares da Bioengenharia”, definiu a UAlg no comunicado em que fez o anúncio da abertura da licenciatura.

“A Bioengenharia combina a biologia, a biotecnologia e a engenharia. Este campo único e interdisciplinar abrange uma gama ampla de temas, onde o entendimento aprofundado da engenharia possibilita resolver desafios no âmbito da engenharia biomédica e das tecnologias biológicas”, argumentou a UAlg.

“Os profissionais poderão desenvolver atividades relacionadas com processos químico-biológicos, materiais naturais e produtos de origem marinha, novos produtos com base em biologia molecular, instrumentação biomédica, sistemas de apoio ao diagnóstico e terapia, entre outras”, acrescentou ainda a instituição pública de ensino superior do distrito de Faro.

Atualidade

Odivelas: Incêndio perto da estação de metro

Publicado

Mais de uma centena de operacionais combatem um incêndio que deflagrou esta tarde numa zona de mato, na localidade do Senhor Roubado, em Odivelas.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Lisboa revelou À Lusa que o incêndio está a ocorrer perto da estação de metro da localidade, mas não interfere com a circulação na ferrovia.

Também não existem habitações em perigo.

Continue a ler

Populares