Ligue-se a nós

Atualidade

Um em cada dez funcionários escolares está de baixa médica

Publicado

A conclusão consta de um inquérito da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), que entre os dias 14 e 20 de fevereiro, ouviu assistentes operacionais (AO) e assistentes técnicos (AT) de “25% escolas do continente”

Dos 7.301 assistentes operacionais colocados naquelas escolas, 702 estavam “incapacitados para desempenhar as suas funções”, lê-se no inquérito.

Segundo explicou à Lusa o presidente da associação, Filinto Lima, 83% dos diretores escolares queixa-se da falta de trabalhadores e, segundo contas da ANDAEP, seriam precisos quase mais quatro mil para as escolas funcionarem normalmente.

O relatório aponta como principais razões para a escassez de assistentes operacionais as baixas médicas de longa duração mas também a idade avançada de alguns trabalhadores.

As escolas deparam-se ainda com funcionários com relatórios médicos que definem que têm de desempenhar serviços moderados, licenças sem vencimento e trabalhadores em meia jornada.

O problema estende-se também aos assistentes técnicos, ou seja, aos funcionários que trabalham nas secretarias.

Dos 1.829 funcionários que as escolas deveriam ter, estavam colocados apenas 1.691, sendo que destes havia 168 assistentes que estavam incapacitados para desempenhar as suas funções (cerca de 10% do total).

Atualidade

Parlamento aprova voto de pesar pela morte de criança em Peniche

Publicado

O parlamento aprovou hoje um voto de pesar pela morte de Valentina Fonseca, de nove anos, em Peniche, um caso ocorrido em maio, em que o pai é um dos suspeitos do crime.

A comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias aprovou hoje votos de pesar pela morte da criança da autoria do BE, CDS, PSD e PAN e chumbou um voto apresentado pelo deputado do Chega, que não participou na reunião.

Todos os votos manifestam pesar pela morte da criança, tendo sido decidido que haverá um texto comum, dado que os quatro tinham o mesmo objetivo – manifestar pesar e consternação pelo falecimento de Valentina Fonseca.

O voto do deputado do Chega foi chumbado por todos os deputados presentes (do PS, PSD, PCP, BE e a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira) pelas referências a em defesa da pena de prisão perpétua.

Valentina, de nove anos, foi dada como desaparecida na manhã do dia 07 de maio, depois de uma denúncia do pai no posto da GNR de Peniche, e encontrada três dias depois num pinhal.

O pai da criança é considerado o autor do crime, de acordo com o juiz de instrução do Tribunal de Leiria, que decretou a prisão preventiva ao homem e à madrasta da menina em 13 de maio.

Continue a ler

Populares