Ligue-se a nós

Atualidade

Trabalhadores vão ter direito a desligar telemóvel e computador fora do horário laboral

Publicado

O PS quer avançar com uma Carta de Direitos Fundamentais na Era Digital que, entre mais de duas dezenas de medidas, dê aos trabalhadores o direito de desligarem os dispositivos digitais fora do horário laboral, mas também impedir os patrões de acederem ao seu e-mail profissional.

O projeto de lei do grupo parlamentar, consultado pela TSF, prevê que “o acesso da entidade patronal ao correio eletrónico só pode ter lugar em caso de sérios indícios de prática de infração disciplinar” e, mesmo assim, deve “limitar-se à visualização dos endereços dos destinatários, o assunto, a data e hora do envio, podendo o trabalhador assinalar a existência de mensagens de natureza privada que não pretende que sejam lidas pela entidade empregadora”.

Noutro artigo sobre “o direito de desligar dispositivos digitais” os socialistas propõem que todos tenham o direito de desligar os dispositivos digitais fora do horário de trabalho, como forma de garantir o direito ao descanso e ao lazer, além da conciliação da atividade profissional com a vida familiar e a intimidade da vida privada.

Publicidade

COMENTÁRIOS

Atualidade

Desfile de crianças para adoção no Brasil gera polémica

O evento é organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil, num centro comercial de Cuiabá.

Publicado

Foto: Twitter Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Mato Grosso

Crianças e adolescentes aptos para adoção, dos quatro aos 17 anos e devidamente produzidos, desfilaram num evento organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil, num centro comercial de Cuiabá, no Mato Grosso, mas a ação está a gerar polémica.

Segundo avança a imprensa brasileira, os jovens desfilaram para os eventuais pais adotivos.

O evento tem o nome “Adoção na Passarela” e já foi comparado por internautas a uma “feira de adoção” ou a uma “vitrine”, para além também de se referirem ao evento como um “desfile para animais de estimação”.

Em jeito de defesa, a presidente da Comissão de Infância e Juventude, Tatiana Ramalho, sublinhou, de acordo com o jornal Globo, que “o objetivo é dar visibilidade a essas crianças e a esses adolescentes que estão aptos para adoção”.

 

Continue a ler

Populares