Ligue-se a nós

Atualidade

Trabalhadores das autarquias de todo o país protestam hoje em Lisboa 

Publicado

Foto: Facebook STAL

É um protesto nacional para exigir que a Assembleia da República aprove “um suplemento de insalubridade, penosidade e risco” de várias atividades da administração local, segundo adianta o Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local (STAL).

Cerca de 3 mil trabalhadores são esperados na ação de protesto que começa com uma concentração às 10:00, na rua Braamcamp, perto do Largo do Rato e segue até à Assembleia da República, onde uma delegação sindical vai entregar uma petição com as exigências dos trabalhadores.

Em declarações à agência Lusa, o presidente do STAL, José Correia, disse que o protesto visa “chamar à atenção para a degradação das condições de trabalho na administração local e para a perigosidade e desgaste de um conjunto de atividades na administração local, que tem a ver, sobretudo, com condições de insalubridade, penosidade e risco”.

O sindicato pede por isso a atribuição de um suplemento com duas componentes, “uma compensação mensal que não é fixa, depende da atividade e depende do risco” e outra que tem a ver com “a prevenção do desgaste que provoca na saúde, nomeadamente no aumento dos tempos de pausa, na adaptação dos horários de trabalho, na possibilidade de ter uma antecipação da sua aposentação e uma majoração dos dias de férias”.

O STAL vai ainda pedir reuniões com todos os grupos parlamentares.

Atualidade

Pastel de Nata elogiado pela Bloomberg

Publicado

A Bloomberg, agência norte-americana, elogiou a especialidade portuguesa e prevê mesmo que se possa tornar “tão omnipresente quanto o croissant” francês.

A popularização do nosso pastel por supermercados, cafés e padarias por todo o mundo mereceu, por isso, destaque da Bloomberg.

“Uma sobremesa improvável está a caminho de se tornar tão omnipresente quanto o croissant“, começa por categorizar a agência. E se há uma década o pastel de nata “estava limitado à obscuridade”, agora a especialidade parece ser encontrada em cada esquina.

A simplicidade do bolo — que deve ser comido com as mãos e não de garfo e faca, como sublinha a Bloomberg — e a antiga origem da sua receita são duas das particularidades elogiadas no artigo.

E se o custo acessível que tem em Portugal reúne elogios, logo é feita a comparação com os preços praticados nas lojas de Londres, por exemplo, onde uma nata pode custar até três libras (cerca de 3,50 euros).

Segundo a agência, foi mesmo em Inglaterra que o Lidl chegou a vender dois mil pastéis de nata por hora nos seus supermercados britânicos.

Continue a ler

Populares