Ligue-se a nós

Atualidade

Trabalhadores da TST suspendem greve após acordo com empresa

Publicado

Facebook Comissão Trabalhadores TST

Os motoristas da Transportes Sul do Tejo (TST) decidiram hoje suspender a greve de quarta-feira depois de chegarem a acordo com a empresa, aceitando um salário de 700 euros, informou fonte sindical.

“O plenário decidiu aceitar a proposta da empresa, ou seja, 685 euros em julho e agosto, e depois 700 euros a partir de setembro e até ao final do ano”, adiantou à Lusa João Saúde, da Fectrans – Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações.

Segundo o sindicalista, a rodoviária da península de Setúbal aceitou ainda negociar sobre o trabalho extraordinário, as diuturnidades e o subsídio de alimentação.

Os motoristas da TST iniciaram hoje uma greve de 48 horas, pelo quarto mês consecutivo, a qual está a registar uma adesão de 95% e a causar supressão de carreiras em toda a península de Setúbal, incluindo as ligações a Lisboa.

O aumento salarial para 750 euros tem sido a principal reivindicação destes trabalhadores, que dizem receber os “ordenados mais baixos” no setor rodoviário na Área Metropolitana de Lisboa.

A TST, detida pelo grupo Arriva, desenvolve a sua atividade na península de Setúbal, com 190 carreiras e oficinas em quatro concelhos: Almada, Moita, Sesimbra e Setúbal.

Atualidade

Presidente brasileiro tem Covid-19

Publicado

O Presidente do Brasil, disse hoje que está infetado com o novo coronavírus, um dia depois de relatar sintomas e realizar um teste num hospital Militar, em Brasília.

Numa comunicação via Facebook, Bolsonaro confirmou o resultado positivo do teste e adiantou que fez uma radiografia e que o pulmão “estava limpo”.

O Presidente já havia informado a apoiantes que estava com febre e dores no corpo e, por isso, decidiu fazer o exame.

O Brasil é o país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, ao contabilizar o segundo número de infetados e de mortos (mais de 1,62 milhões de casos e 65.487 óbitos), depois dos Estados Unidos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 538 mil mortos e infetou mais de 11,64 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

 

Lusa

Continue a ler

Populares