Ligue-se a nós

Atualidade

Trabalhadores da TST suspendem greve após acordo com empresa

Publicado

Facebook Comissão Trabalhadores TST

Os motoristas da Transportes Sul do Tejo (TST) decidiram hoje suspender a greve de quarta-feira depois de chegarem a acordo com a empresa, aceitando um salário de 700 euros, informou fonte sindical.

“O plenário decidiu aceitar a proposta da empresa, ou seja, 685 euros em julho e agosto, e depois 700 euros a partir de setembro e até ao final do ano”, adiantou à Lusa João Saúde, da Fectrans – Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações.

Segundo o sindicalista, a rodoviária da península de Setúbal aceitou ainda negociar sobre o trabalho extraordinário, as diuturnidades e o subsídio de alimentação.

Os motoristas da TST iniciaram hoje uma greve de 48 horas, pelo quarto mês consecutivo, a qual está a registar uma adesão de 95% e a causar supressão de carreiras em toda a península de Setúbal, incluindo as ligações a Lisboa.

O aumento salarial para 750 euros tem sido a principal reivindicação destes trabalhadores, que dizem receber os “ordenados mais baixos” no setor rodoviário na Área Metropolitana de Lisboa.

A TST, detida pelo grupo Arriva, desenvolve a sua atividade na península de Setúbal, com 190 carreiras e oficinas em quatro concelhos: Almada, Moita, Sesimbra e Setúbal.

Atualidade

Prisão preventiva para suspeita de matar marido em Alenquer

Publicado

A mulher suspeita de matar o companheiro com uma faca em Alenquer, no distrito de Lisboa, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, depois de ter sido hoje presente a tribunal, disse à agência Lusa fonte da PJ.

No domingo à noite, depois de ter sido esfaqueado – alegadamente pela companheira, de 30 anos -, o homem meteu-se no automóvel e conduziu até um café da aldeia vizinha de Vila Verde dos Francos, também no distrito de Lisboa, para pedir ajuda, explicou à agência Lusa fonte policial.

Alertadas as autoridades, a vítima, de 33 anos, foi sujeita a manobras de reanimação, mas acabou por não resistir aos ferimentos e morreu dentro da ambulância à porta do café.

As autoridades policiais deslocaram-se à residência do casal e encontraram a mulher com sangue.

A arguida admitiu às autoridades ter sido a autora da facada, justificando que era vítima de violência doméstica, e foi detida pela Polícia Judiciária.

O casal tem dois filhos, que não presenciaram o crime e que foram entregues a familiares da arguida.

A Polícia Judiciária está a investigar as causas do crime.

 

Com Lusa

Continue a ler

Populares