Ligue-se a nós

Desporto

Taça de Portugal: Danilo fala em “dobradinha”… Jardel numa “alegria”

Publicado

O capitão do FC Porto, Danilo Pereira, pretende fazer a ‘dobradinha’ com a Taça de Portugal de futebol, numa final em que Jardel, do Benfica, deseja dar uma “alegria” aos adeptos do clube.

A um dia da final entre os dois clubes, na 80.ª edição da Taça de Portugal, em jogo agendado para o Estádio Cidade de Coimbra, o médio Danilo sublinhou em entrevista à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) a vontade de ter mais um título.

“Toda a gente sabe a importância de disputar este tipo de jogos, ainda para mais frente a um rival. Vai ser um jogo bem disputado, em que vamos querer ganhar para juntar este título ao campeonato”, sublinhou o médio portista.

Em contraponto, o central brasileiro Jardel vê na final da Taça uma oportunidade para alegrar os adeptos benfiquistas, numa época que terminou com a equipa em segundo lugar, depois de uma má campanha na segunda metade da época.

“Queremos estar à altura dos acontecimentos. Fazer um bom jogo, à altura daquilo que o Benfica merece. Queremos muito dar uma alegria a toda a nação benfiquista”, disse o defesa ‘encarnado’.

O central entende que esta é a oportunidade de “fechar a época da melhor forma” e reitera a vontade de todos em “dar uma grande alegria” aos adeptos, enquanto do lado portista, Danilo quer vencer um troféu que lhe tem escapado.

“É uma Taça que todos desejam disputar e que sonham um dia ganhar. Já joguei a final por duas ocasiões e não consegui ganhar, espero que à terceira seja de vez e que consigamos levantar a Taça de Portugal”, assinalou o médio.

Danilo foi finalista vencido nas finais perdidas pelo FC Porto em 2015/16, com o Sporting de Braga, e na última época, diante do Sporting.

Atualidade

Dragão vai ser palco da “Champions” onde vão poder estar 12 mil adeptos

Publicado

O Porto vai acolher pela primeira vez uma final de uma competição europeia de clubes, depois de a UEFA ter anunciado hoje que a decisão da Liga dos Campeões de futebol vai realizar-se no Estádio do Dragão.

“A capacidade do estádio para o jogo vai ser finalizada e confirmada oportunamente, em cooperação com as autoridades portuguesas e com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). No entanto, os adeptos das equipas finalistas vão poder comprar bilhetes através dos clubes da forma habitual, estando 6.000 bilhetes disponíveis por clube, que vão ser colocados à venda o mais rapidamente possível, a partir de hoje”, lê-se no comunicado da UEFA.

A final 100% inglesa entre Manchester City e Chelsea, em 29 de maio, vai ter como ‘pano de fundo’ o recinto do FC Porto, que esteve para ser o palco da Supertaça Europeia do ano passado, entretanto alterada para Budapeste, devido à pandemia de covid-19.

A final estava marcada para o Estádio Atatürk em Istambul, mas, na sequência da decisão do governo britânico de colocar a Turquia na lista vermelha de destinos de viagem covid-19, a realização da final ali significaria que nenhum dos adeptos dos clubes poderia viajar para o jogo.

A cidade do Porto e o Estádio do Dragão vão, assim, acolher a terceira final de uma Liga dos Campeões em Portugal e a segunda consecutiva, já que há pouco menos de um ano, precisamente por causa da crise mundial de saúde pública, a UEFA optou por realizar uma ‘final a oito’ em Lisboa, nos estádios da Luz e José Alvalade.

Outro recinto do Euro2004, o Estádio do Bessa, no Porto, recebeu a final do campeonato da Europa de sub-21 de 2006, em 04 de junho, quando os Países Baixos conquistaram o título, ao derrotarem a Ucrânia, por 3-0.

 

Continue a ler

Populares