Ligue-se a nós

Atualidade

Sobe para três balanço de mortos em ataque em Nice

Nice esteve enlutada em 2016 depois de um ataque que deixou 86 mortos na famosa avenida Promenade des Anglais, em 14 de julho, em pleno feriado nacional.

Publicado

O número de mortos após um ataque com faca em Nice, no sudeste de França, subiu para três e a procuradoria antiterrorista anunciou a abertura de uma investigação por assassínio e tentativa de assassínio, noticia a AFP.

Fonte policial disse à agência francesa que duas pessoas, um homem e uma mulher, foram mortas na igreja de Notre-Dame, onde ocorreu o ataque, e uma terceira vítima, gravemente ferida, morreu num bar perto da igreja, onde se tinha refugiado.

A procuradoria antiterrorista anunciou a abertura de uma investigação por “assassínio” e “tentativa de assassínio” após o ataque, em que pelo menos uma das vítimas mortais foi degolada e várias outras pessoas ficaram feridas.

Os factos ocorreram por volta das 09:00 no local (08:00 em Lisboa) perto da Igreja de Notre-Dame, no centro de Nice, acrescentou uma fonte policial.

Muitos polícias e bombeiros estão no local, referiu um jornalista da AFP que se encontra fora do perímetro de segurança e a algumas dezenas de metros da igreja.

O tráfego dos elétricos foi interrompido nesta área movimentada.

“A situação está sob controlo, não devemos entrar em pânico”, disse a polícia local.

“As detonações que ouvem são causadas pela operação de desminagem”, acrescentou a porta-voz da polícia Florence Gavello.

O Ministro do Interior, Gérald Darmanin, anunciou na rede social Twitter a realização de uma “reunião de crise” em Paris, enquanto a Assembleia Nacional decidiu guardar um minuto de silêncio em solidariedade com as vítimas e os seus parentes.

O primeiro-ministro francês, Jean Castex, saiu de urgência da Assembleia Nacional, onde compareceu para esclarecer sobre o novo confinamento devido à pandemia do novo coronavírus, para se dirigir à unidade de crise.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, também vai estar presente nesta reunião, anunciou o palácio do Eliseu.

Atualidade

Morreu o “Rei das Subidas”

Publicado

Morreu Vitor Oliveira. O treinador, 67 anos, faleceu depois de se ter sentido mal durante uma caminhada na zona de Matosinhos, onde residia.

De acordo com a TVI 24, o técnico terá sido vítima de uma paragem cardíaca enquanto dava um passeio na praia.

Conhecido por fazer subir diversas equipas de divisão, conseguiu 11 promoções à Primeira Liga, seis como campeão.
Atualmente com 67 anos, o técnico era muito acarinhado em Portugal, tendo na última temporada orientado o Gil Vicente e estando atualmente sem clube.

Continue a ler

Populares