Ligue-se a nós

Atualidade

Semana de 4 dias de trabalho na Finlândia é notícia falsa

Päivi Anttikoski, porta-voz do gabinete da primeira-ministra finlandesa, Sanna Marin, “desmentiu” a notícia na sua página oficial no Twitter.

Publicado

Escritório Computador

Na segunda-feira várias notícias davam conta que a primeira-ministra da Finlândia, Sanna Marin, teria apresentado uma proposta que previa uma redução no horário de trabalho do país: quatro dias de trabalho, com seis horas cada um. No entanto, a porta-voz do governo finlandês “desmentiu” a notícia.

O News Now Finland publicou um artigo no qual explica ao detalhe como é que a notícia do jornal New Europe se tornou um dado adquirido.

Päivi Anttikoski, diretora de comunicação do gabinete da primeira-ministra, partilhou a notícia na sua página oficial no Twitter.

De acordo com o News Now Finland, para além dessa proposta não estar sequer incluída no programa de governo finlandês, houve fontes ligadas ao executivo que confirmaram que essa medida nem sequer está em cima da mesa.

Atualidade

OE2020: PSD quer alterar acesso à reforma de bombeiros voluntários com 30 anos de serviço

Publicado

O PSD quer que os bombeiros que desempenham funções a tempo inteiro nas associações humanitárias há mais de 30 anos tenham este ano um acesso à idade da reforma idêntico aos bombeiros profissionais.

Na proposta entregue na Assembleia da República de alteração ao Orçamento do Estado para 2020, o PSD defende que a idade de acesso à reforma seja reduzida em seis anos face ao regime geral, como acontece atualmente com os bombeiros profissionais.

O PSD considera justo aplicar o mesmo regime dos bombeiros profissionais aos funcionários das associações humanitárias que desempenham funções de bombeiros a tempo inteiro e tenha, pelo menos, 30 anos de efetividade de serviço devido à “natureza do trabalho desempenhado”.

Os social-democratas sublinham que se trata de reconhecer “a importância que os bombeiros têm ao serviço da população”, garantindo esta equiparação “maior justeza na atribuição das pensões de aposentação e de velhice a estes profissionais”.

No âmbito das proposta de alteração ao Orçamento do Estado para este ano, o PSD propõe também um complemento extraordinário para pensões de invalidez de bombeiros voluntários dos quadros de comando e ativo que tenham sofrido acidentes no exercício da atividade operacional.

Continue a ler

Populares