Ligue-se a nós

Desporto

Rúben Amorim revela que colocou o lugar à disposição da direção do Sporting 

Publicado

O treinador Rúben Amorim revelou hoje que colocou o lugar à disposição da direção do Sporting durante esta época, mas garantiu, na Academia do clube, em Alcochete, que esse é um cenário que já “não está” na sua cabeça.

“Nas conversas que tive com o presidente e com o [diretor desportivo] Hugo Viana, a primeira coisa que eu disse foi que punha o meu lugar à disposição devido à falha dos objetivos. Isso foi uma coisa muito clara logo no início da reunião”, desvendou o treinador dos ‘leões’, na conferência de imprensa de antevisão à visita ao Vizela, marcada para sexta-feira.

Questionado sobre a “margem reduzida” que tem na próxima época, que admitiu no final do empate 2-2 no dérbi com o Benfica, no domingo, o técnico explicou que sente o “apoio de toda a gente no clube” e que tem “uma confiança enorme” no seu trabalho, mas reforçou a ideia de que tudo fica mais complicado após “uma época com objetivos falhados”.

“Sabendo que o futebol é como é, depois de uma época difícil, torna a outra época mais difícil, com menos crédito. Mas eu acredito que nós vamos dar a volta, portanto esse cenário não está na minha cabeça neste momento”, sublinhou.

Amorim não revelou, no entanto, o momento exato em que colocou o lugar à disposição da direção ‘leonina’, mas, questionado, depois, sobre o seu maior arrependimento na temporada que agora termina, voltou a recordar a saída de Matheus Nunes para o Wolverhampton, em agosto, que “causou bastante dano na relação entre todos dentro do Sporting”.

“Aquando da saída do Matheus, demorei muito tempo a centrar-me outra vez no essencial e andei ali umas semanas um bocadinho frustrado. Diria que esse é o meu maior arrependimento, porque as coisas que lá vão, lá vão. Tudo se resolve e acho que sempre fui assim. Naquele momento, foi difícil, para mim, lidar”, justificou.

O treinador do Sporting comentou o seu futuro no clube durante a conferência de imprensa de antevisão do encontro com o Vizela, da 34.ª e última jornada da I Liga de futebol, marcado para sexta-feira, às 21:15.

A equipa orientada por Rúben Amorim joga no Minho para ‘cumprir calendário’, uma vez que já tem a certeza de terminar o campeonato em quarto lugar, enquanto os vizelenses, embora ainda não tenham a classificação final definida, já asseguraram a manutenção na I Liga na próxima época.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.