Ligue-se a nós

Atualidade

Rosa Grilo diz que sempre foi “uma esposa dedicada”

Publicado

Arma

A viúva do triatleta Luís Grilo continua sem admitir o crime e afirma que sempre foi “uma esposa dedicada”, mesmo quando tinha um amante, António Joaquim.

Através de uma carta enviada ao Correio da Manhã, Rosa Grilo revela alguns pormenores da sua relação com o marido e com o amante, António Joaquim. Além disso, diz que não consegue ultrapassar a morte do marido: “Continuo a não conseguir ultrapassar, ele sempre fez parte da minha vida”.

“Eu sempre cuidei dele, sempre fui uma esposa dedicada e continuo a sê-lo mesmo quando reencontrei o António”, escreve a mulher de Luís Grilo na mesma carta.

Sobre o casamento com o triatleta, a homicida garante que esteva estável antes da morte de Luís Grilo: “A minha vida com o Luís nos últimos anos não terá sido muito diferente da de outros tantos casais, com casamentos de 20 anos. Mesmo com problemas e as infidelidades do Luís, que sempre fui perdoando, os consumos de droga e alguma violência, sempre fomos ultrapassando tudo o que ir surgindo”, escreveu.

Rosa Grilo e António Joaquim arriscam agora pena máxima de prisão e vão ser acusados de homicídio qualificado e profanação de cadáver.

A acusação tem de ser conhecida até dia 25 de março.

Publicidade

COMENTÁRIOS

Atualidade

Mãe de menina que morreu na bagageira pode ser acusada de ofensa à integridade física

Publicado

Emergência Ambulância

A mãe da menina que morreu na bagageira, na sequência de um acidente de carro na madrugada de domingo em Cascais, pode vir a ser acusada de pelo menos dois crimes, avança o jornal Sol.

O advogado Rogério Alves disse ao Jornal de Notícias (JN) que a mulher, que era também a condutora do carro, pode ser acusado de “condução perigosa de veículo rodoviário, numa pena que pode ir até três anos de prisão”; e ainda do crime de “ofensa à integridade física com agravação do resultado, o que inclui uma pena que também pode ir até aos três anos de cadeia”.

O acidente aconteceu pelas 0h20 horas de domingo, sendo que no carro estavam oito pessoas, incluindo duas crianças que seguiam na bagageira, uma menina de 10 anos e um rapaz de 13.

De acordo com fonte da GNR, citada pelo JN, o caso “está agora entregue ao Núcleo de Investigação de Acidentes do Destacamento de Trânsito da GNR de Carcavelos”.

Continue a ler

Populares