Ligue-se a nós

Atualidade

Rio acusa PAN de ser fundamentalista e André Silva diz que PSD não tem propostas ambientais

Publicado

O presidente do PSD acusou esta segunda-feira o PAN de ser “fundamentalista”, com o porta-voz do mais recente partido representado no parlamento a contrapor que os sociais-democratas não apresentam propostas concretas para benefício do ambiente e dos animais.

Rui Rio e André Silva enfrentaram-se na RTP, num debate no âmbito das eleições legislativas muito centrado nas questões ambientais e que ficou marcado pela troca de várias acusações entre os dois.

O presidente do PSD começou por dizer que a ideia que tem do PAN “é a ideia que têm todos os portugueses, que é um partido muito aguerrido numa área, que é a área da defesa dos direitos dos animais, menos aguerrido mas ainda assim vocacionado para a área do ambiente, mas depois naturalmente é um partido pequeno, ainda está a nascer, falta-lhe depois o resto da componente para lá disto”.

Considerando que é preciso “ter bom senso”, o presidente do PSD comentou diretamente uma das medidas do opositor, questinando: “vou gastar dinheiro no Serviço Nacional de Saúde, entre aspas, dos animais quando tenho o Serviço Nacional de Saúde português, para as pessoas, a funcionar como está a funcionar? Não acho equilibrado”.

Por seu turno, o porta-voz do PAN, André Silva, considerou que “o PSD há muito tempo que deixou de ser social-democrata, deslocou-se bastante para a sua direita”.

Ao longo do debate, foram diversas as vezes que André Silva referiu o programa eleitoral dos sociais-democratas, tendo assinalado que “o PSD não tem uma única proposta para a proteção animal” e também lhe falta “uma estratégia sólida para a descarbonização da economia”.

A meio do debate, os dois concordaram que se atravessa uma fase de emergência climática e que é necessário proteger o planeta para as gerações vindouras, divergindo em como o podem fazer: enquanto André Silva aposta na descarbonização da economia, Rui Rio diz não ser possível “pegar na economia, mudar a economia completamente”, apontando que “seria pior a emenda que o soneto”.

Atualidade

Aveiro, Coimbra e Leiria sob aviso amarelo devido à chuva forte

Publicado

Os distritos de Aveiro, Coimbra e Leiria vão estar sob aviso amarelo na próxima madrugada devido à previsão de períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes forte, informou hoje o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Estes distritos vão estar sob aviso amarelo entre as 00:00 e as 06:00 de sábado por causa da chuva.

O IPMA emitiu também aviso amarelo para os distritos de Viseu, Guarda, Castelo Branco e Coimbra por causa do vento forte, prevendo-se rajadas de 90 a 100 quilómetros por hora entre as 03:00 e as 21:00 de sábado.

Ainda sob aviso amarelo estão os distritos da Guarda e Castelo Branco devido à previsão de queda de neve acima da cota de 1600 metros entre as 21:00 de hoje e as 09:00 de sábado.

O aviso amarelo traduz situações de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Continue a ler

Populares