Ligue-se a nós

Desporto

Remadores Pedro Fraga e Afonso Costa apuram-se para os JO Tóquio

Publicado

Os remadores portugueses Pedro Fraga e Afonso Costa apuraram-se hoje para os Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao terminarem em segundo lugar na final de ‘double scull’ ligeiro da prova de qualificação europeia, que se disputou em Varese, na Itália.

A dupla portuguesa completou os 2.000 metros da regata em 06.24,97 minutos, sendo apenas batida pelos ucranianos Igor Khmara e Stanislav Kovalov, que terminaram a prova com o tempo de 06.23,70 e também conquistaram o apuramento para os Jogos Olímpicos, reservado aos dois primeiros classificados.

Pedro Fraga e Afonso Costa tornaram-se os primeiros remadores portugueses a alcançarem a qualificação para os Jogos Tóquio2020, que foram adiados para 2021 devido à pandemia de covid-19 e vão realizar-se na capital japonesa entre 23 de julho e 08 de agosto.

Depois do oitavo lugar obtido em Pequim2008 e do quinto em Londres2012, em conjunto com Nuno Mendes, Pedro Fraga, de 38 anos, vai participar pela terceira vez nos Jogos Olímpicos, enquanto Afonso Costa, de 25, fará em Tóquio a estreia na mais importante competição desportiva mundial.

O ‘double scull’ russo, constituído por Kirill Blinovskikh e Maksim Telitcyn, foi o terceiro mais rápido na final de hoje, com o tempo de 06.27,16 minutos, mas já fora das vagas de qualificação olímpica, seguido da representação de Áustria (06.33,47), Grécia (06.34,01) e Turquia (06.36,99).

As finais das várias categorias da prova de qualificação europeia para Tóquio2020 deveriam ter-se disputado na terça-feira, mas foram adiadas em dois dias devido ao vento forte que se tem feito sentir na região de Varese, localizada no norte de Itália, a cerca de 50 quilómetros de Milão.

Nas eliminatórias, realizadas na segunda-feira, o ‘double scull’ português tinha vencido a primeira série, com o tempo de 06.30,39 minutos, marca apenas superada pela dupla ucraniana, que se impôs na segunda série, em 06.27,35.

Publicidade

COMENTÁRIOS

Atualidade

Grande Prémio de Moto GP começa hoje a acelerar no Algarve

Publicado

O Grande Prémio de Portugal de MotoGP arranca hoje, no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), em Portimão, com a disputa das primeiras duas sessões de treinos livres de MotoGP, com Miguel Oliveira, Moto2 e Moto3.

O circuito algarvio acolhe a prova do Mundial de Velocidade em motociclismo pelo segundo ano consecutivo, cinco meses depois de ter sido o palco da vitória do piloto português Miguel Oliveira (KTM) na prova da categoria rainha, no derradeiro evento de 2020.

Este ano, o GP de Portugal é a terceira das 19 provas do Mundial confirmadas até ao momento, numa temporada ainda marcada pelas restrições provocadas pela pandemia do novo coronavírus.

Depois de duas rondas disputadas no circuito de Losail, no Qatar, em que terminou em 13.º e 15.º, respetivamente, o piloto português espera repetir este fim de semana a prestação de novembro, em que conquistou ‘pole position’ e vitória, numa corrida em que ainda assinou a volta mais rápida.

Hoje, a partir das 09:00 horas, começam as primeiras sessões de treinos livres, enquanto da parte da tarde se disputam as segundas sessões (FP2), com os pilotos a temerem as previsões de aguaceiros.

Miguel Oliveira chega a esta ronda no 14.º lugar da classificação, com quatro pontos somados, a 36 do líder, o francês Johann Zarco (Ducati).

O GP de Portugal assinala, ainda, o regresso do espanhol Marc Márquez (Honda) à competição, nove meses depois de ter sofrido uma fratura do úmero do braço direito, na ronda de abertura do campeonato de 2020, no circuito espanhol de Jerez de la Frontera.

– Programa de sexta-feira, 16 abr:

Moto3: Treinos livres 1 09:00 – 09:40.

MotoGP: Treinos livres 1 09:55 – 10:40.

Moto2: Treinos livres 1 10:55 – 11:35.

Moto3: Treinos livres 2 13:15 – 13:55.

MotoGP: Treinos livres 2 14:10 – 14:55.

Moto2: Treinos livres 2 15:10 – 15:50.

Continue a ler

Populares