Ligue-se a nós

Desporto

Portugal qualifica-se para as meias-finais do Mundial de futebol de praia

Publicado

A seleção portuguesa de futebol de praia, que eliminou na quinta-feira o Senegal, vai disputar o acesso à final do Mundial com o Japão, ‘carrasco’ do Uruguai, num embate marcado para sábado, em Assunção, no Paraguai.

No encontro que fechou os quartos de final, os nipónicos, que têm como melhor registo em Mundiais os quartos lugares de 2000 e 2005, superaram na quinta-feira a formação ‘celeste’ por 3-2, com tentos de Takaaki Oba, Masanori Okuyama e Teruki Tabata.

Os uruguaios, que estiveram a perder por 3-0, ainda reduziram, por Gaston Laduche, de penálti, e Marcelo Capurro, a 20 segundos do final do encontro.

Antes, Portugal superou o Senegal por 4-2, com tentos de Jordan Santos, Lansana Diassy (própria baliza), Léo Martins e Bê Martins, mantendo-se na corrida ao terceiro título Mundial, depois dos conquistados em 2001 e 2015.

Na outra meia-final, defrontam-se duas formações europeias, a Rússia, que surpreendeu o campeão em título Brasil por 4-3, e a Itália, vencedora por 5-4 face à Suíça, graças a um golo no último segundo de Emmanuele Zurlo, autor de um ‘hat-trick’.

Os russos somam dois títulos, em 2011 e 2013, e foram terceiros em 2015, enquanto a Itália foi segunda em 2008, derrotada na final pelo Brasil por 5-3, terceira em 1996 e quarta em 1995, 2004 e nas duas últimas edições (2015 e 2017).

Publicidade

COMENTÁRIOS

Desporto

Japão vai pedir adiamento de um ano dos Jogos Olímpicos

Publicado

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, decidiu propor ao Comité Olímpico Internacional o adiamento dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 por um ano devido à pandemia da covid-19, anunciou hoje a televisão pública japonesa NHK.

Segundo a mesma fonte, citada pelas agências internacionais, esta é a proposta em discussão na conversa por videoconferência entre o primeiro-ministro japonês e o líder do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, que está a decorrer.

A NHK refere ainda que Shinzo Abe quer que a decisão do COI seja tomada “o mais rápido possível”.No domingo, o COI anunciou que vai deliberar num período de quatro semanas sobre a realização dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, que deverão decorrer entre 24 de julho e 09 de agosto, devido à pandemia da Covid-19, com o adiamento na agenda, mas não o cancelamento.

O Comité Olímpico de Portugal (COP) pediu na segunda-feira firmeza e rapidez no anúncio de uma solução de adiamento dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, numa carta enviada ao presidente do COI.

Continue a ler

Populares