Ligue-se a nós

Atualidade

Portugal entre os países onde os salários menos subiram

Publicado

Dinheiro 500 euros

Portugal teve o quarto menor aumento do custo horário da mão-de-obra em 2018, face ao ano anterior (1,4%). Subiu uma média de 14 para 14,2 euros, a quarta menor percentagem, segundo o Eurostat.

Os custos salariais mais baixos foram registados, no ano passado, na Bulgária (5,4Euro/hora), Roménia (6,9Euro), e Hungria (9,2Euro).

Os mais elevados aconteceram na Dinamarca (43,5Euro/hora), Luxemburgo (40,6Euro) e Bélgica (39,7Euro).

Na zona euro, a média do custo horário da mão-de-obra foi de 30,6 euros e na União Europeia (UE) de 27,4 euros.

A maior subida homóloga foi para a Letónia (12,9%) e a menor registou-se em Malta (0,4%).

Os gastos que as empresas têm com obrigações sociais representaram, em Portugal, 20,1% do custo horário da mão-de-obra, no ano passado.

Atualidade

GNR apreendeu atum-rabilho com mais de 200 quilos em Ílhavo

Publicado

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR apreendeu na quarta-feira, na Gafanha da Nazaré, em Ílhavo, um exemplar de atum-rabilho com 205 quilogramas, bem como 226 quilogramas de pescado fresco de diversas espécies, num valor estimado de 6.980 euros.

Segundo um comunicado da GNR, o pescado foi descarregado de uma embarcação de pesca costeira “sem cumprir com as obrigações respeitantes ao registo obrigatório no diário de pesca das quantidades estimadas de cada espécie, bem como a respetiva notificação prévia antes de chegada a porto”.

A GNR informa que, de acordo com a legislação em vigor, o atum-rabilho faz parte de uma das oito espécies de atum pertencentes à família “Scombridae”, sendo uma espécie e predador de topo, com elevada importância para a pesca comercial e que está em perigo de extinção.

“Foi identificado o mestre da embarcação e elaborado o respetivo auto de contraordenação pelas infrações de não registo obrigatório no diário de pesca e notificação prévia antes de chegada a porto, cujas coimas podem atingir os valores de 75 mil euros e os 125 mil euros, respetivamente”, refere a mesma nota.

Continue a ler

Populares