Ligue-se a nós

Atualidade

Porto vai ter um “Dia Mensal Sem Carros”

Publicado

Porto Rio Douro

A Assembleia Municipal do Porto aprovou esta quarta-feira a recomendação do Bloco de Esquerda (BE) que propunha a criação de um “Dia Mensal Sem Carros”, com o encerramento ao trânsito de algumas ruas da cidade, um domingo por mês.

“Aquilo que nós propomos [em regime experimental] é que um domingo em cada mês, em cada uma das freguesias na cidade do Porto, se selecione um conjunto de ruas – que pode ser desde uma rua a um bairro inteiro – em que se limite a utilização de automóveis”, explicou o deputado Pedro Lourenço.

O objetivo é “libertar o espaço público para usufruto dos cidadãos”, acrescentou o deputado bloquista, na apresentação da recomendação que foi aprovada com os votos contra da CDU e a abstenção do grupo municipal Rui Moreira: Porto, o Nosso Partido.

O Bloco propôs ainda a adesão ao Dia Mundial Sem Carros, no dia 22 de setembro, proposta que foi aprovada com os votos contra do grupo municipal do Rui Moreira e abstenção da CDU.

Atualidade

Empresa de Gaia que promove carne com imagem de mulher vai retirar cartazes

Publicado

Foto: Facebook Carnes Sá da Bandeira

A empresa Carnes Sá da Bandeira, de Vila Nova de Gaia, que lançou uma campanha publicitária onde associava uma mulher de bikini à venda de carne, vai remover os cartazes.

Para promover a carne de vitela branca para assar a empresa associou a imagem de uma mulher em bikini na praia. Por debaixo do “slogan” lê-se: “Para quem prefere o melhor”.

Esta terça-feira, a empresa emitiu um comunicado a explicar que «À semelhança de anos anteriores foram elaborados cartazes alusivos ao verão cuja associação de imagens levou a interpretações que de modo algum ocorreu à empresa. Tendo como máxima que “a nossa liberdade acaba quando começa a liberdade do outro” procedemos de imediato à remoção dos mesmos».

Entretanto o MDM – Movimento Democrático de Mulheres enviou um protesto à Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género. Nas redes sociais, o Movimento defende que “as mulheres não são mercadoria” e critica duramente a campanha.

Continue a ler

Populares