Voltar
FMI: Governo admite pagar adiantado para poupar em juros
11 out 2018

O Governo admitiu hoje que Portugal pode regressar em breve aos pagamentos antecipados da dívida contraída junto do Fundo Monetário Internacional (FMI), referiu hoje o secretário de Estado Adjunto do ministro das Finanças, Ricardo Mourinho Félix.

"Os pagamentos antecipados ao FMI (Fundo Monetário Internacional) permitiram poupar nesta legislatura mais de 850 milhões de euros em juros - e 83% deste empréstimo já está pago. Continuaremos a otimizar a gestão da dívida através dos instrumentos disponíveis e é realista pensar na possibilidade de novos pagamentos antecipados do empréstimo ao FMI", declarou na Assembleia da República, num debate sobre dívida pública e externa.

Ainda de acordo com Ricardo Mourinho Félix, após a Standard & Poor's e a Fitch subirem a notação da dívida portuguesa para grau de investimento, espera-se que a Moody's siga o exemplo a curto prazo.

 

Célia Reis

20 Feb 2019
Queda de parede feriu dois trabalhadores em Setúbal

20 Feb 2019
Casas com fraco isolamento térmico. Portugal entre os piores da Europa

20 Feb 2019
Deco: Mais de 29 mil famílias sobre-endividadas pediram ajuda em 2018