Ligue-se a nós

Desporto

Pai de Moise Kean desiludido com Juventus: “Não me deu os tratores”

Publicado

Foto: Pixabay

É companheiro de Cristiano Ronaldo, uma das revelações no futebol italiano e mesmo internacional. O avançado Moise Kean,  tornou-se no mais novo jogador de sempre a marcar pela seleção italiana.

Tem um bom contrato com a Juve, um bom futuro, mas quem não está contente é o pai. Tudo por causa de bilhetes e dois tratores.

A história é simples. Em 2017, Moise Kean esteve quase a deixar a Juventus mas o pai do jovem avançado acabou por convence-lo a ficar. Em contrapartida, Biorou Jean Kean pediu a Juventus dois tratores agrícolas.

“A Juve ofereceu um contrato de 700 mil euros por ano, bastante bom. Mas o problema é que me prometeram dois tratores para o meu negócio agrícola na Costa do Marfim e agora dizem que não há dinheiro para isso. Tenho vários hectares de terra no meu país e quero cultivar arroz e milho. Pedi a maquinaria e disseram-me que não haveria nenhum problema, mas agora as coisas mudaram”, contou, o pai à estação de rádio italiana Rai Radio 1.

O pai da jovem revelação italiana afirma que a Juventus não cumpriu o acordado e que ele ainda não recebeu os tratores prometidos e os bilhetes para assistir aos jogos do seu filho.

O jovem avançado, de 19 anos, acabou por renovar com a vecchia signora mas esta quarta-feira, o pai revelou que a promessa do clube de Turim ainda não foi cumprida.

“A Juventus já não me dá bilhetes para os jogos e também não me deu os dois tratores que prometeu. A mãe dele queria levá-lo para Inglaterra, mas eu convenci-a a deixá-lo em Itália para poder continuar na Juventus. Em troca eu pedi dois tratores, mas eles ainda não me deram nada”, revelou em entrevista à Rai Radio 1.

Publicidade

COMENTÁRIOS

Desporto

Euro2020: Portugal goleia Lituânia e fica a um passo do apuramento

Publicado

A seleção portuguesa de futebol goleou esta quinta-feira a Lituânia por 6-0, no seu penúltimo encontro no Grupo B de qualificação para o campeonato da Europa de 2020, disputado em Faro, colocando-se a um triunfo da fase final.

Cristiano Ronaldo, aos sete, de penálti, 22 e 65 minutos, para um total de 98 golos na seleção ‘AA’, em 163 jogos, Pizzi, aos 52, Gonçalo Paciência, aos 56, e Bernardo Silva, aos 63, apontaram os tentos da formação lusa, que joga domingo no Luxemburgo.

Na classificação, lidera a já apurada Ucrânia, com 19 pontos (sete jogos), contra 14 de Portugal (sete) e 13 da Sérvia (sete), vencedora por 3-2 na receção ao Luxemburgo, que soma quatro (sete). A Lituânia é última, com um (oito).

Continue a ler

Populares