Ligue-se a nós

Atualidade

Novo passo do desconfinamento – o que muda a partir de hoje?

Publicado

Arranca hoje a segunda fase do plano de desconfinamento.

Restaurantes, café, lojas com mais de 400 metros quadrados reabrem portas. As creches voltam a funcionar para crianças até três anos e há aulas para o secundário, 11º e 12º anos de escolaridade.

As visitas a idosos em lares voltam a estar autorizadas a partir de hoje, um regresso há muito pedido pelas IPSS, apesar das limitações impostas: uma visita por semana por cada idoso, com uma duração máxima de 90 minutos, com agendamento prévio para garantir higienização das instalações entre visitas, distanciamento físico, uso obrigatório de máscara para os visitantes, proibição de levar objetos ou alimentos para dentro dos lares e organização de um registo de visitantes nas instituições.

No Dia Internacional dos Museus, estes espaços também voltam a abrir portas.

As escolas de condução e centros de inspeção automóvel podem reabrir hoje, mas mantém-se em vigor um regime excecional, que prolonga os prazos desta obrigação em cinco meses.

Há regras rigorosas para este novo passo que o país dá.. Os espaços não podem estar cheios, ocupados só até metade; é obrigatório o uso de máscara e as áreas têm de estar higienizadas.

O país entra numa nova fase, mesmo prolongando o Estado de Calamidade até ao fim do mês de maio.

Atualidade

Já pode ir ao cinema a partir de segunda-feira

Publicado

Ao fim de mais de dois meses, os teatros e as salas de espetáculo e de cinema poderão reabrir com “lugares marcados, todas as filas ocupadas” e “um lugar de intervalo entre os espectadores, exceto se forem coabitantes”, disse hoje a ministra da Cultura à agência Lusa.

O uso de máscara  vai ser obrigatório para o público e tem de haver “higienização dos espaços entre espetáculos ou sessões”.

No caso dos teatros, terá de ser garantida “uma distância de dois metros entre a boca de cena e a primeira fila” e “os corpos artísticos e equipas técnicas não têm de usar Equipamento de Proteção Individual [EPI] em palco, mas sim à entrada e saída de palco”.

As regras mudam em relação aos eventos culturais ao ar livre. Nesse caso, “não é obrigatório o uso de máscara” pelo público.

O espaço onde decorrer o evento, como uma praça ou um parque, “tem de ter delimitações”, assim como têm de ser “assinalados os locais onde as pessoas devem estar (podem ser marcações no chão, bancos, cadeiras)” e tem de haver “1,5 metros de distância entre as pessoas”, ou grupos de coabitantes.

A reabertura de salas de espetáculos, teatros e cinemas, bem como a retoma de eventos culturais ao ar livre está prevista na terceira fase do “Plano de Desconfinamento” do Governo.

As regras gerais de reabertura, que pode acontecer a partir de segunda-feira, foram definidas pelo Ministério da Cultura “em diálogo com a Direção-Geral de Saúde”.

Lusa

Continue a ler

Populares