Ligue-se a nós

Atualidade

Morreu o pai de Rui Veloso

Publicado

Reprodução Facebook

Aureliano Veloso, o primeiro presidente da câmara do Porto democraticamente eleito após o 25 de abril, (cargo que assumiu entre 1977 e 1979) morreu ontem aos 95 anos.

A informação foi esta quarta-feira avançada pelo Jornal de Notícias e confirmada em comunicado pelo presidente da Federação Distrital do Porto do Partido Socialista.

“No Partido Socialista, Aureliano Veloso será sempre recordado pela dedicação e afetividade que entregou à cidade do Porto”, indicou Manuel Pizarro.

Nascido na freguesia de Folgosinho, em Gouveia, em 25 de fevereiro de 1924, Aureliano Capelo Pires Veloso, licenciou-se em Engenharia Químico-Industrial pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto em 1949.

Aureliano Veloso era pai do músico e cantor Rui Veloso e irmão de Pires Veloso, candidato à presidência da República em 1980 que ficou conhecido como o “vice-rei do Norte”.

Em 2011, foi agraciado com a Medalha Municipal de Honra da cidade do Porto

As cerimónias fúnebres de Aureliano Veloso realizam-se esta quinta-feira, às 16:30, no Tanatório de Matosinhos, avançou o Jornal de Notícias.

Publicidade

COMENTÁRIOS

Atualidade

Empresa de Gaia que promove carne com imagem de mulher vai retirar cartazes

Publicado

Foto: Facebook Carnes Sá da Bandeira

A empresa Carnes Sá da Bandeira, de Vila Nova de Gaia, que lançou uma campanha publicitária onde associava uma mulher de bikini à venda de carne, vai remover os cartazes.

Para promover a carne de vitela branca para assar a empresa associou a imagem de uma mulher em bikini na praia. Por debaixo do “slogan” lê-se: “Para quem prefere o melhor”.

Esta terça-feira, a empresa emitiu um comunicado a explicar que «À semelhança de anos anteriores foram elaborados cartazes alusivos ao verão cuja associação de imagens levou a interpretações que de modo algum ocorreu à empresa. Tendo como máxima que “a nossa liberdade acaba quando começa a liberdade do outro” procedemos de imediato à remoção dos mesmos».

Entretanto o MDM – Movimento Democrático de Mulheres enviou um protesto à Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género. Nas redes sociais, o Movimento defende que “as mulheres não são mercadoria” e critica duramente a campanha.

Continue a ler

Populares