Ligue-se a nós

Atualidade

Morreu João Vasconcelos, ex-secretário de Estado da Indústria 

Publicado

João Vasconcelos
Foto: Facebook João Vasconcelos

João Vasconcelos, ex-secretário de Estado da Indústria do Governo de António Costa, morreu esta noite, aos 43 anos, vítima de ataque cardíaco, segundo adiantou fonte do Partido Socialista (PS) à agência Lusa.

O ex-governante tinha marcado presença num jantar com ex-dirigentes nacionais da Juventude Socialista, ontem à noite em Matosinhos.

Vasconcelos demitiu-se do Governo em julho de 2017, depois de ser constituído arguido juntamente com os secretários de Estado da Internacionalização e dos Assuntos Fiscais, no inquérito relativo às viagens da Galp para assistir a jogos do Euro2016, pela suspeita da prática de crimes de recebimento indevido de vantagem.

Antes de ir para o Governo de António Costa, Vasconcelos tinha sido diretor executivo da Startup Lisboa, da Associação para a Inovação e Empreendedorismo de Lisboa, de 2011 até 2015, foi responsável pelo LIDE Empreendedorismo, uma associação com foco na promoção da sustentabilidade e responsabilidade social nos negócios e nas empresas.

Foi, também, adjunto e assessor do gabinete do primeiro-ministro, com responsabilidade na área dos assuntos regionais e economia, entre 2005 até 2011.

Além disso, foi vice-presidente da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), entre 1999 e 2005 e trabalhou como mentor de vários programas de aceleração empresarial, tal como o Startup Pirates, Founder Institute, Lisbon Challenge e Seedcamp.

Atualidade

Porto e Gaia querem tabuleiro inferior da Ponte Luís I sem trânsito automóvel

Publicado

Foto: Wikipédia

As câmaras do Porto e de Gaia abandonaram a ideia de colocar passadiços no exterior do tabuleiro inferior da Ponte Luís I, que liga os dois municípios, e defenderam a exclusão do trânsito automóvel.

Numa sessão dedicada às pontes entre Porto e Gaia, no âmbito do Ciclo “Inovação Fora de Portas – Engenharia Civil à Mostra”, no Porto Innovation Hub, o vereador do Urbanismo da Câmara do Porto, Pedro Baganha, revelou que o projeto está “parado e abandonado”, acrescentando que “não chegou a ir a Conselho de Cultura”, dado que chumbaria se tal sucedesse.

Quando foi anunciado, em 2015, o projeto previa a construção de dois passeios de dois metros do lado de fora do tabuleiro inferior da Ponte Luís I.

A construção dos passadiços suspensos custaria cerca de 600 mil euros e necessitaria da autorização da Direção Regional da Cultura do Norte. Contudo, as autoridades competentes do património levantaram dúvidas quanto a esta pretensão.

Continue a ler

Populares