Ligue-se a nós

Atualidade

Miguel Oliveira quer “dar a volta” e melhorar na próxima prova de MotoGP

Publicado

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) quer “dar a volta” e “melhorar” o 11.º lugar com que terminou o GP de São Marino no domingo passado já no próximo fim de semana, no mesmo circuito de Misano.

Em declarações divulgadas pela equipa Tech3, pela qual alinha o piloto de Almada, Miguel Oliveira mostrou-se “entusiasmado para voltar à ação outra vez no fim de semana”.

“A nossa motivação é dar a volta ao resultado [do passado fim de semana] e melhorá-lo”, disse o piloto de Almada.

O piloto português diz que é preciso, sobretudo, “assegurar uma melhor posição na qualificação”, o que “ajudaria bastante a conseguir um melhor lugar durante a corrida”, concluiu Miguel Oliveira.

O piloto da KTM Tech3 é, atualmente, o 10.º classificado do Mundial de pilotos, com 48 pontos.

Miguel Oliveira concluiu hoje um dia de testes oficiais em MotoGP com o 13.º melhor tempo, após duas sessões disputadas no circuito de Misano, em Itália.

Miguel Oliveira conseguiu a sua melhor volta na primeira sessão, rodando em 1.32,529 minutos, ficando a 997 milésimos de segundo do melhor tempo do dia, do espanhol Maverick Viñales (Yamaha).

Nesta sessão, Oliveira fez 18 voltas, rodando mais 14 da parte da tarde, com o seu melhor tempo a situar-se em 1.32,565 minutos.

Comparativamente com o GP de São Marino do passado fim de semana, o piloto luso piorou ligeiramente, pois, no sábado, tinha conseguido a sua melhor volta em 1.32,323 minutos.

Publicidade

COMENTÁRIOS

Atualidade

Treinador do Benfica acusa políticos de usar “máscara” diferente para o futebol

Publicado

Jorge Jesus, acusou hoje “os políticos” de usar “uma máscara” diferente para o futebol, em relação aos outros setores de atividade, ao defender o regresso dos espetadores aos estádios.

A finalizar a conferência de imprensa de lançamento da partida de sábado, da I Liga, frente ao Moreirense, para a qual o Benfica vai convidar 20 sócios para assistir na tribuna, o técnico disse não saber “qual é a máscara que eles [políticos] põem” para o futebol, “a atividade que melhor soube trabalhar e conviver com o vírus”, e afirmou que é preciso “ser realistas e ter só uma máscara para a covid-19”.

“Com todo o respeito pela Direção-Geral da Saúde, não entendo porque não há espetadores no futebol. Essa conversa de as pessoas que estão no futebol ser diferente do cinema, do teatro, da festa do Avante!, ainda bem. Fiquei todo feliz por haver festa do Avante! Quem consegue ter um controlo da organização como aconteceu e como qualquer clube em Portugal pode fazer, e tivemos agora o exemplo da Supertaça europeia, não entendo como é que no Estádio da Luz não podem estar 15 ou 20 mil pessoas”, comparou Jorge Jesus.

O antigo treinador do Flamengo considerou que “temos de viver” com a nova realidade do vírus “ou então vamos todos um ano para casa e ficamos todos malucos”, antes de lembrar que, no Brasil, “daqui a duas semanas já têm 20 mil pessoas dentro do estádio” e concluir que em Portugal se está “a inventar aquilo que não tem nada de inventar”.

O Benfica recebe o Moreirense no sábado, às 18:30, num encontro da 2.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol onde vai tentar dar seguimento ao bom arranque de campeonato conseguido com a vitória por 5-1, no terreno do Famalicão, na jornada inaugural.

 

Lusa

Continue a ler

Populares