Ligue-se a nós

Atualidade

Médicos suspeitam que modelo brasileiro que morreu tinha doença congénita

Tales Soares, de 26 anos, morreu depois de uma queda durante o desfile na São Paulo Fashion Week.

Publicado

Foto: Instagram

O responsável pela agência do modelo BASE mgt, Rogério Campaneli, afirmou que os médicos do Hospital brasileiro Sorocabano suspeitam da existência de uma doença congénita.

Ainda segundo o agente, à Folha de S. Paulo, “Os médicos que conversaram com a gente falaram que quando Tales caiu, a morte cerebral já existia. Os médicos tentaram durante 1h20 a reanimação do coração. Mas o socorro não iria adiantar.”

Tales estava na agência há um ano e oito meses, estava em “plena ascensão”, era “muito focado”, de acordo com o agente Campaneli.

Tales Soares morreu este sábado, durante a 47.ª edição da São Paulo Fashion Week, após ter caído inanimado na passerelle. O modelo brasileiro começou a espumar pela boca depois da queda. O DJ interrompeu a música e os bombeiros assistiram o modelo que pouco depois já estava a ser transportado numa maca para o hospital.

Atualidade

Taxas moderadoras em centros de saúde acabam em 2020

Publicado

O parlamento aprovou esta sexta-feira um projeto de lei do Bloco de Esquerda que acaba com as taxas moderadoras nos centros de saúde e em consultas ou exames prescritos por profissionais do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

O projeto-lei foi aprovado com votos contra do CDS-PP e votos favoráveis das restantes bancadas, tendo o grupo parlamentar anunciado que iria apresentar uma declaração de voto.

O objetivo do diploma é que “deixem de existir taxas moderadoras nos cuidados de saúde primários e em todas as consultas e prestações de saúde que sejam prescritas por profissional de saúde e cuja origem de referenciação seja o SNS”.

No texto que foi hoje discutido e votado, o Bloco propõe a “dispensa de cobrança de taxas moderadoras” no atendimento, consultas e outras prestações de saúde no âmbito dos cuidados de saúde primários, bem como em “consultas, atos complementares prescritos e outras prestações de saúde, se a origem de referenciação para estas for o Serviço Nacional de Saúde”.

Continue a ler

Populares