Ligue-se a nós

Atualidade

Mau tempo: Mais de 60 ocorrências de norte a sul do país

Nas operações estiveram envolvidos 226 operacionais, com o apoio de 85 veículos.

Publicado

Árvore Mau tempo

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) recebeu entre as 00:00 e as 08:30 de hoje 65 ocorrências de norte a sul do país devido à chuva forte, sendo o distrito do Porto o mais afetado.

“Tivemos um total de 65 ocorrências nos 18 distritos de Portugal continental. O Porto foi o mais afetado com 11 ocorrências, seguido de Coimbra com nove e Leiria com oito”, disse à agência Lusa o major Manuel Cordeiro, da ANEPC).

Segundo o major Manuel Cordeiro, das ocorrências registadas, 35 são quedas de árvores e 10 quedas de estruturas (andaimes e placards).

Foram também registadas algumas ocorrências relacionadas com pequenas inundações.

“O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu aviso amarelo para quase todo o país por causa da chuva, mas está preocupado com Lisboa. Há a possibilidade de até às 10:00 podermos ter precipitação de 10 a 20 milímetros numa hora”, disse.

O IPMA prevê para hoje no continente períodos de chuva persistente e por vezes forte e acompanhada de ventos que podem atingir os 110 quilómetros por hora nas terras qaltas.

Atualidade

Lotação da Festa do Avante! terá que ser inferior à capacidade total – Ministra

Publicado

Foto: Facebook Festa do Avante

A ministra da Saúde defendeu hoje que a lotação da Festa do Avante!, organizada pelo PCP, terá este ano que ser inferior à capacidade máxima de 100 mil pessoas do recinto no Seixal, por causa da covid-19.

“É evidente que estamos a falar, teremos que falar de outros números”, declarou Marta Temido na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia, acrescentando: “compreendo que se fale de um número de 100 mil, na medida do que será a licença de utilização, mas estamos num momento específico, num contexto específico”.

A ministra assegurou que à organização da Festa do Avante! “não será permitido o que está proibido nem proibido o que está permitido” e que “não haverá exceções” às regras adotadas pelas autoridades de saúde para conter o contágio pelo novo coronavírus.

Continue a ler

Populares