Ligue-se a nós

Atualidade

Mapa online mostra bombas com combustível

Publicado

Em abril, durante a primeira greve dos motoristas de transportes de matérias perigosas, a plataforma #JáNãoDáParaAbastecer foi acedida milhares de vezes para saber onde ainda era possível abastecer.

Com um pré-aviso de greve marcado para o dia 12 de agosto, o grupo de Voluntários Digitais em Situações de Emergência (VOST) já tem online uma nova versão da plataforma – melhorada e com recursos novos.

“Neste momento ainda não sabemos se vai ser preciso e esperamos que não, mas nas últimas semanas melhoramos bastante a plataforma onde podes verificar onde já não há combustível em caso de greve”, lê-se no post da página de Facebook da VOST Portugal.

A nova plataforma é mais acessível ao utilizador, tem acesso a mapas disponibilizados gratuitamente pela empresa Mapbox, com a indicação dos postos existentes em todo o território continental.

O mapa irá apresentar não só dados relativos a gasolina e gasóleo mas também GPL e, desta vez, será mais fácil consultar o mapa através do smartphone.

A Plataforma #JáNãoDáParaAbastecer conta ainda com uma aplicação – a API – disponível para os grandes distribuidores e entidades oficiais que podem colocar informação na plataforma e que terão prioridade.

A Waze Portugal – que também conta com o trabalho de voluntários – juntou-se à VOST e vai atualizar a informação na sua plataforma via API.

Atualidade

GNR apreendeu atum-rabilho com mais de 200 quilos em Ílhavo

Publicado

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR apreendeu na quarta-feira, na Gafanha da Nazaré, em Ílhavo, um exemplar de atum-rabilho com 205 quilogramas, bem como 226 quilogramas de pescado fresco de diversas espécies, num valor estimado de 6.980 euros.

Segundo um comunicado da GNR, o pescado foi descarregado de uma embarcação de pesca costeira “sem cumprir com as obrigações respeitantes ao registo obrigatório no diário de pesca das quantidades estimadas de cada espécie, bem como a respetiva notificação prévia antes de chegada a porto”.

A GNR informa que, de acordo com a legislação em vigor, o atum-rabilho faz parte de uma das oito espécies de atum pertencentes à família “Scombridae”, sendo uma espécie e predador de topo, com elevada importância para a pesca comercial e que está em perigo de extinção.

“Foi identificado o mestre da embarcação e elaborado o respetivo auto de contraordenação pelas infrações de não registo obrigatório no diário de pesca e notificação prévia antes de chegada a porto, cujas coimas podem atingir os valores de 75 mil euros e os 125 mil euros, respetivamente”, refere a mesma nota.

Continue a ler

Populares