Ligue-se a nós

Atualidade

Mais dois sismos sentidos nos Açores

Publicado

Dois sismos foram sentidos na noite de quarta-feira na ilha açoriana do Faial, anunciou o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA).

Segundo o CIVISA, o primeiro sismo foi sentido às 20:41 locais (mais uma hora em Lisboa) e teve magnitude de 3,5 na escala de Richter e epicentro a cerca de 29 quilómetros a oés-noroeste de Capelo.

O sismo foi sentido com intensidade máxima III/IV na escala de Mercalli Modificada na Praia do Norte e Capelo, e com intensidade III nas freguesias de Flamengos e Matriz.

Às 21:34 locais de quarta-feira foi registado um outro sismo, com magnitude 3,1, também com epicentro a cerca de 29 quilómetros a oés-noroeste de Capelo.

Este sismo foi sentido com intensidade máxima III na escala de Mercalli Modificada em Capelo e Feteira.

De acordo com o CIVISA, a atividade sísmica a oeste da ilha do Faial encontra-se ligeiramente acima dos valores normais de referência.

Esta zona está a registar desde domingo “um ligeiro incremento” da atividade sísmica, com todos os eventos “com epicentro no mar”, disse na quarta-feira à Lusa o presidente do CIVISA.

“É uma das muitas zonas sismogénicas do arquipélago e desde o dia 03 de novembro (domingo), sensivelmente desde as 16:00, que se registou um ligeiro incremento da atividade sísmica nesta zona sismogénica, localizada a oeste do Faial, com uma distância entre os 25 e os 35 quilómetros da ilha”, explicou Rui Marques.

Atualidade

Leiria: Corpo de idosa desaparecida na Marinha Grande encontrado

Lídia Pereira, de 84 anos e residente em Vieira de Leiria, desapareceu no dia 5 de outubro, no Intermarché da Marinha Grande.

Publicado

Um corpo foi encontrado esta manhã, perto de Fonte Santa, na Marinha Grande, adiantou fonte da PSP de Leiria ao Notícias de Leiria.

“Tudo indica tratar-se da senhora que se encontrava desaparecida desde o dia 5 de outubro”, confirmou o Gabinete de Relações Públicas da PSP de Leiria, que ainda aguarda confirmação da Polícia Judiciária.

Segundo o Jornal da Marinha Grande, o cadáver encontrava-se já em elevado estado de decomposição mas as roupas coincidem com a descrição feita pelos familiares no dia do desaparecimento.

Continue a ler

Populares