Ligue-se a nós

Atualidade

Mais de vinte noivas recuperam vestidos de loja em Vila Nova de Gaia

A loja fechou e não deu explicações às cerca de 80 noivas com vestidos comprados.

Publicado

Vestido Noiva
Foto: Pixabay

Mais de 20 das cerca de 80 noivas que ficaram sem os vestidos a poucas semanas ou meses do casamento já os conseguiram recuperar, escreve o jornal Correio da Manhã (CM).

Esta terça-feira, houve uma manifestação em frente ao armazém da loja, em Canidelo, Vila Nova de Gaia e só ao final do dia é que a maior parte das mulheres conseguiu recuperar o perdido, através da obtenção dos vestidos ou pelo reembolso do dinheiro.

Ao jornal, a noiva Ana Barbosa contou que a loja fechou e não deu explicações, “houve quem recuperasse os vestidos, muitos deles sujos, porque estavam no armazém, enquanto que, noutros casos, os vestidos estavam retidos nos fornecedores e, dessa forma, teve de ser devolvido o dinheiro”.

Também as funcionárias se queixaram de falta de informação. “Fomos cinco dias de férias porque nos disseram que iam remodelar a loja. Quando voltámos, a loja estava fechada, sem nada dentro, levaram sofás, espelhos, tudo. Estamos sem resposta”, disse Soraia Ferreira ao jornal.

Segundo a Rádio Renascença, a empresa já terá pedido insolvência.

Publicidade

COMENTÁRIOS

Atualidade

Mãe de menina que morreu na bagageira pode ser acusada de ofensa à integridade física

Publicado

Emergência Ambulância

A mãe da menina que morreu na bagageira, na sequência de um acidente de carro na madrugada de domingo em Cascais, pode vir a ser acusada de pelo menos dois crimes, avança o jornal Sol.

O advogado Rogério Alves disse ao Jornal de Notícias (JN) que a mulher, que era também a condutora do carro, pode ser acusado de “condução perigosa de veículo rodoviário, numa pena que pode ir até três anos de prisão”; e ainda do crime de “ofensa à integridade física com agravação do resultado, o que inclui uma pena que também pode ir até aos três anos de cadeia”.

O acidente aconteceu pelas 0h20 horas de domingo, sendo que no carro estavam oito pessoas, incluindo duas crianças que seguiam na bagageira, uma menina de 10 anos e um rapaz de 13.

De acordo com fonte da GNR, citada pelo JN, o caso “está agora entregue ao Núcleo de Investigação de Acidentes do Destacamento de Trânsito da GNR de Carcavelos”.

Continue a ler

Populares