Ligue-se a nós

Atualidade

Mãe procura filha menor desaparecida no Algarve

Publicado

A mãe da menor, de 15 anos, que está desaparecida há mais de 20 dias, teme que a filha esteja a ser vítima de pedofilia, avança o jornal Correio da Manhã.

A Polícia Judiciária está a investigar os contornos do desaparecimento da adolescente.

Segundo o jornal, Sofia Gil estava a residir no Algarve, depois de ter estado numa instituição de jovens em risco, em Lisboa. A menor terá aproveitado uma viagem com a família à Amadora para fugir da casa da mãe do padrasto, durante a madrugada do dia 23 de março.

Dias antes, a mãe, Rosa Laranjeira, encontrou indícios de que a filha menor estava a manter contacto com pessoas estranhas. “A Sofia falava com homens e chegou a enviar uma fotografia dela”, referiu ao CM Rosa Laranjeira, que detetou uma conversa em que a filha “dizia a alguém que já tinha 20 euros e perguntava se precisava de mais alguma coisa”.

Segundo o advogado da família, Gameiro Fernandes, a mãe tinha feito “um pedido de internamento compulsivo” ao Tribunal de Família e Menores e, dois dias antes do desaparecimento, foi à Polícia Judiciária alertar para os “indícios fortes” de pedofilia que tinha encontrado no telemóvel.

Atualidade

Já se pode tomar banhos nas praias do Algarve

Publicado

Praia

Já foi levantada a interdição a banhos nas praias entre a Ilha do Farol (Faro) e Vilamoura (Loulé) afetadas pela “maré vermelha”, de acordo com o JN.

Segundo o jornal, a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) já deu ordem à Polícia Marítima Nacional para que proceda “ao levantamento do desaconselhamento de banho nas praias compreendidas entre a Ilha Deserta e a praia das Açoteias”.

Para já, mantém-se a interdição preventiva da apanha de bivalves nas zonas afetadas. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera ainda não levantou a proibição decretada esta terça-feira por temer que houvesse contaminação.

Continue a ler

Populares