Ligue-se a nós

Atualidade

Julen, o menino que caiu num poço em Málaga, morreu pouco depois da queda

A autópsia ao corpo da criança garantiu que o menino morreu pouco depois da queda.

Publicado

Hospital Saúde Médico

Julen, o menino de dois anos que caiu num poço em Totalán, Málaga, morreu “poucos minutos depois da queda”, escreve o jornal espanhol El País, que cita a autópsia ao corpo da criança.

O exame revelou que o menino morreu às 13h50, do dia 13 de janeiro de 2019, sendo que “a causa fundamental da morte foi a queda”, que levou a um traumatismo cranioencefálico e raquimedular, uma lesão na coluna vertebral.

A autópsia garante ainda que Julen não morreu devido às operações de resgate, mais precisamente devido à picareta que começou a trabalhar quatro horas após a queda da criança.

O resgate durou 13 dias. Na altura, houve necessidade de recorrer a explosões controladas para tirar rochas do caminho, atrasos provocados por erros de cálculo na altura de entubar os túneis e contrariedades pelas condições climatéricas.

Publicidade

COMENTÁRIOS

Atualidade

Pastel de Nata elogiado pela Bloomberg

Publicado

A Bloomberg, agência norte-americana, elogiou a especialidade portuguesa e prevê mesmo que se possa tornar “tão omnipresente quanto o croissant” francês.

A popularização do nosso pastel por supermercados, cafés e padarias por todo o mundo mereceu, por isso, destaque da Bloomberg.

“Uma sobremesa improvável está a caminho de se tornar tão omnipresente quanto o croissant“, começa por categorizar a agência. E se há uma década o pastel de nata “estava limitado à obscuridade”, agora a especialidade parece ser encontrada em cada esquina.

A simplicidade do bolo — que deve ser comido com as mãos e não de garfo e faca, como sublinha a Bloomberg — e a antiga origem da sua receita são duas das particularidades elogiadas no artigo.

E se o custo acessível que tem em Portugal reúne elogios, logo é feita a comparação com os preços praticados nas lojas de Londres, por exemplo, onde uma nata pode custar até três libras (cerca de 3,50 euros).

Segundo a agência, foi mesmo em Inglaterra que o Lidl chegou a vender dois mil pastéis de nata por hora nos seus supermercados britânicos.

Continue a ler

Populares