Ligue-se a nós

Atualidade

Jovem de Melgaço cai ao rio minho

Publicado

Foto:Wikipédia

As buscas para encontrar um jovem que caiu ao rio Minho, na terça-feira, em Melgaço, são retomadas nesta quinta-feira, às 08:00, com apoio de dois meios aéreos espanhóis, informou o capitão do porto de Caminha.
O capitão do porto e comandante da Polícia Marítima (PM) de Caminha, Pedro Costa, explicou à Lusa que aqueles meios aéreos serão garantidos pela Guardia Civil e pela Agência de Emergência Galega 112 (Axega).

Na terça-feira, o jovem de 26 anos “escorregou e caiu” quando “passeava” junto ao rio internacional, na freguesia de Remoães, no concelho de Melgaço, distrito de Viana do Castelo.

As buscas a realizar na quinta-feira, no troço internacional do rio Minho, vão contar com a participação de Pedro Costa, com três embarcações, duas espanholas e uma da PM de Caminha. Em terra, nas duas margens, as operações envolverão meios dos bombeiros voluntários de Melgaço e da Guardia Civil espanhola.

Segundo Pedro Costa, estas operações vão mobilizar mais de 20 operacionais dos dois países.

Publicidade

COMENTÁRIOS

Atualidade

A terra tremeu pelo menos três vezes esta manhã nos Açores

Publicado

Dois novos sismos foram sentidos hoje de manhã na ilha de São Miguel, nos Açores, segundo adiantou em comunicado o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores.

O documento que cita o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA), refere que o primeiro abalo com magnitude 2,5 na escala de Richter registou-se às 09:31 locais (10:31 em Lisboa) e foi sentido na Ribeira Quente e Nossa Senhora dos Remédios, no concelho da Povoação.

Posteriormente, às 09:54 locais (10:54 em Lisboa) foi registado um novo sismo com magnitude 2,4 (Richter) e epicentro a cerca de quatro quilómetros a sul-suldoeste da Povoação.

Antes, por volta as 07:07 locais (08:07 em Lisboa), tinha sido registado em São Miguel, um primeiro sismo com magnitude 4,8 na escala de Richter com epicentro a cerca de 19 quilómetros a este/nordeste das Formigas.

Em declarações à agência Lusa, o presidente do Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA), Rui Marques, explicou que estes dois novos sismos poderão estar relacionados mas nada terão a ver com o primeiro.

Contactada pela Lusa, a Proteção Civil dos Açores disse não haver registo de quaisquer ocorrências relacionadas com os sismos.

Continue a ler

Populares