Ligue-se a nós

Atualidade

Jovem Catarina continua desaparecida em Leiria

Publicado

Foto: Facebook Maria Oliveira

Catarina Cardoso continua desaparecida do lar de acolhimento Santa Isabel, em Leiria, de acordo com a Record TV.

No dia 3 de junho, saiu de manhã para ir para a escola, mas não chegou a entrar no estabelecimento e o telemóvel ficou no lar.

O lar de acolhimento só deu o alerta para o desaparecimento nessa noite, mas não avisou a família de Catarina.

Ao que se sabe, a jovem foi retirada à família e entregue à instituição em Leiria depois de ter fugido de casa em fevereiro do ano passado. Catarina vivia na casa da avó no Casal do Rei e, depois de desaparecer durante três dias, foi encontrada no Bairro de Chelas, em Lisboa.

Ainda segundo a Record TV, esta não foi a primeira vez que a menor se ausentou de casa. Noutra altura, Catarina fugiu para se encontrar com um rapaz mais velho em Setúbal.

A avó da menina, Maria Oliveira, apela por notícias nas redes sociais.

Atualidade

Empresa de Gaia que promove carne com imagem de mulher vai retirar cartazes

Publicado

Foto: Facebook Carnes Sá da Bandeira

A empresa Carnes Sá da Bandeira, de Vila Nova de Gaia, que lançou uma campanha publicitária onde associava uma mulher de bikini à venda de carne, vai remover os cartazes.

Para promover a carne de vitela branca para assar a empresa associou a imagem de uma mulher em bikini na praia. Por debaixo do “slogan” lê-se: “Para quem prefere o melhor”.

Esta terça-feira, a empresa emitiu um comunicado a explicar que «À semelhança de anos anteriores foram elaborados cartazes alusivos ao verão cuja associação de imagens levou a interpretações que de modo algum ocorreu à empresa. Tendo como máxima que “a nossa liberdade acaba quando começa a liberdade do outro” procedemos de imediato à remoção dos mesmos».

Entretanto o MDM – Movimento Democrático de Mulheres enviou um protesto à Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género. Nas redes sociais, o Movimento defende que “as mulheres não são mercadoria” e critica duramente a campanha.

Continue a ler

Populares