Ligue-se a nós

Desporto

Jorge Jesus assume que regresso a Portugal “está mais difícil”

Publicado

O treinador do Flamengo, Jorge Jesus, admitiu que mantém o objetivo de regressar ao futebol português, mas que o sucesso alcançado no Brasil torna agora “mais difícil” esse regresso.

“Vou regressar. Não sei quando, mas está mais difícil o meu regresso a Portugal”, afirmou o técnico português, de 65 anos, em declarações após a cerimónia no Palácio de Belém na qual recebeu das mãos do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a Ordem do Infante D. Henrique.

Salientando a existência de um contrato válido com o Flamengo até junho e o apreço que encontrou entre os adeptos do clube do Rio de Janeiro, Jorge Jesus destacou igualmente a importância do “consenso” e do “carinho” alcançado entre os portugueses com esta experiência além-fronteiras.

“Se alguma vitória importante conseguimos no Brasil, talvez essa foi a mais importante: a de o povo português se associar a nós”, frisou.

Numa cerimónia na qual estiveram presentes os presidentes de Benfica, Sporting e Sporting de Braga, além dos líderes da Federação Portuguesa de Futebol e da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Jorge Jesus revelou ter ainda convidado o presidente do FC Porto, Pinto da Costa, (que não compareceu por estar doente) para dar expressão à vontade de unir o futebol português.

“Não poderia ter todos [os presidentes de clubes] aqui, mas sei que chegámos onde chegámos com a ajuda de muita gente. Procurei convidar aqueles que estavam mais perto de Lisboa, bem como todas as referências do futebol português. Quis associar a minha condecoração a eles, porque sem eles, se calhar, não estaria aqui”, declarou, apelando também à pacificação do clima entre os principais clubes no futebol nacional.

Atualidade

Uma das maiores estrelas da NBA morre em acidente de helicóptero

Publicado

O norte-americano Kobe Bryant, 41 anos, considerado um dos maiores jogadores de sempre da Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA), morreu hoje na sequência de um acidente de helicóptero em Calabasas, na Califórnia (Estados Unidos).

Segundo confirmaram o site de notícias TMZ, que avançou a notícia, e também o jornal “Los Angeles Times”, Kobe Bryant seguia no seu helicóptero privado com pelo menos mais três pessoas, este domingo de manhã, quando a aeronave caiu, incendiando-se de seguida. Quando as equipas de emergência chegaram ao local, não encontraram sobreviventes, confirmou a Polícia, dando conta de cinco mortos. Entre as vítimas, está uma filha de Kobe, Gianna Maria Onore, de 13 anos, avança o TMZ.

Kobe Bryant foi campeão da NBA por cinco vezes, numa carreira que começou em 1996 e durou 20 anos. Venceu também o ouro olímpico por duas vezes, tendo feito parte das seleções olímpicas norte-americanas de 2008 e 2012.

Continue a ler

Populares