Ligue-se a nós

Atualidade

Jair Bolsonaro rompe com o próprio partido

Publicado

Foto: Facebook Jair Messias Bolsonaro

Jair Bolsonaro decidiu romper com o próprio partido, o Partido Social Liberal, ao qual se filiara no ano passado. O presidente da República do Brasil fica assim sem ligação a nenhuma força política, situação inédita desde a redemocratização, em 1988.

Bolsonaro já comunicou aos aliados, de acordo com alguma imprensa brasileira, da sua intenção de abandonar os sociais liberais, uma medida que cogitava há semanas.

Bivar, entretanto, disse já hoje que foi ele quem afastou Bolsonaro do PSL porque, afirmou ao canal Globonews, “não estamos num grémio [associação] estudantil”. “Ele não tem mais relação alguma com o partido”, concluiu.

Na base da decisão de Bolsonaro (e de Bivar) estão escândalos de corrupção na campanha – como a promoção, com o fundo público eleitoral, de candidaturas femininas falsas – e a desordem do seu grupo parlamentar. Antes de Bolsonaro, o PSL tinha um deputado, depois dele ficou com mais de 50, sendo a segunda maior força legislativa atrás apenas do Partido dos Trabalhadores.

Se Bolsonaro vier a integrar uma nova força, já criada ou por criar, situação ainda em aberto, será o nono partido da sua carreira política, iniciada há cerca de 30 anos.

Atualidade

Lotação da Festa do Avante! terá que ser inferior à capacidade total – Ministra

Publicado

Foto: Facebook Festa do Avante

A ministra da Saúde defendeu hoje que a lotação da Festa do Avante!, organizada pelo PCP, terá este ano que ser inferior à capacidade máxima de 100 mil pessoas do recinto no Seixal, por causa da covid-19.

“É evidente que estamos a falar, teremos que falar de outros números”, declarou Marta Temido na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia, acrescentando: “compreendo que se fale de um número de 100 mil, na medida do que será a licença de utilização, mas estamos num momento específico, num contexto específico”.

A ministra assegurou que à organização da Festa do Avante! “não será permitido o que está proibido nem proibido o que está permitido” e que “não haverá exceções” às regras adotadas pelas autoridades de saúde para conter o contágio pelo novo coronavírus.

Continue a ler

Populares