Ligue-se a nós

Desporto

Italiano Davide Appolonio vence em Leiria

“Não estou emocionado propriamente com a vitória, mas porque depois de quatro anos, há coisas mais importantes na vida. Hoje, foi só uma corrida de bicicleta”, disse o ciclista italiano.

Publicado

Foto: Facebook Volta a Portugal

O italiano Davide Appolonio (Amore & Vita-Prodir) venceu esta quinta-feira a primeira etapa da 81.ª Volta a Portugal em bicicleta, a primeira corrida que disputa em quatro anos, com chegada em Leiria.

No final dos 174,7 quilómetros, entre Miranda do Corvo e Leiria, Appollonio foi o mais rápido, cortando a meta em 4:47.08 horas, o mesmo tempo do português Daniel Mestre (W52-FC Porto) e do compatriota Matteo Malucelli (Caja Rural), segundo e terceiro classificados, respetivamente.

Appolonio, de 30 anos, está a correr a ‘Portuguesa’ após ter sido suspenso por quatro anos pelo uso de EPO, tendo sido contratado pela formação letã no final de junho, altura em que terminou a ‘pena’ imposta pela União Ciclista Internacional (UCI).

“Estou muito feliz e é muito estranho. Quatro anos [de suspensão por doping] foi tanto tempo. Hoje, só queria desfrutar da corrida e ver o que ia acontecer”, explicou no final da etapa.

Antigo corredor da Sky e da AG2R La Mondiale, do pelotão WorldTour, o italiano impôs-se na reta final, após uma ligeira curva na Avenida Dr. João Soares, já depois de passarem por uma última rotunda, que já serviu para selecionar os velocistas em melhor posição.

Num dia em que o pelotão atravessou várias das estradas assoladas pelos incêndios em 2017, em Pedrógrão Grande, uma fuga de quatro elementos rapidamente se estabeleceu e ganhou vantagem nos primeiros 15 quilómetros.

Samuel Caldeira acabou por ter um susto no final, ao ver-se envolvido numa queda a dois quilómetros da meta, que também afetou Joni Brandão (Efapel), ainda que não tenha tido consequências na geral.

Na sexta-feira, o pelotão enfrenta a segunda etapa, a mais longa da 81.ª edição, que liga Marinha Grande a Santo António dos Cavaleiros, em Loures, ao longo de 198,5 quilómetros, com uma contagem de montanha de terceira categoria em Salemas e uma outra, de quarta, a coincidir com a meta, após uma média de 7% de inclinação nos últimos 1.400 metros.

Atualidade

Dia JJ

Publicado

Jorge Jesus vai ser apresentado hoje como treinador da equipa de futebol do Benfica, numa cerimónia no centro de estágios do clube, que terá a presença do presidente das ‘águias’, Luís Filipe Vieira.

A apresentação, no Seixal, acontecerá dois dias depois de as ‘águias’ terem perdido a final da Taça de Portugal para o FC Porto (2-1), em Coimbra, no encontro que fechou oficialmente a época futebolística em Portugal.

Jorge Jesus, de 66 anos, está de regresso ao clube da Luz cinco anos depois de ter saído para o Sporting, tendo sido técnico principal do Benfica entre 2009/10 e 2014/15, período em que conquistou 10 títulos, nomeadamente três campeonatos, uma Taça de Portugal, uma Supertaça e cinco edições da Taça da Liga.

Nas seis épocas em que comandou o Benfica, tornou-se no treinador com mais jogos (325) e mais vitórias (229) na história do clube.

Jesus começou a carreira no Amora, em 1989/90, e, depois, passou por Felgueiras, União da Madeira, Estrela da Amadora, Vitória de Setúbal, Vitória de Guimarães, Moreirense, União de Leiria, Belenenses e Sporting de Braga, antes de chegar à Luz.

Depois de se tornar o mais titulado treinador dos ‘encarnados’, que também levou a duas finais da Liga Europa, perdidas para Chelsea (2012/13) e Sevilha (2013/14), rumou ao Sporting, tendo passado ainda pelo Al-Hilal antes de chegar ao Flamengo, no qual arrecadou seis troféus em pouco mais de um ano, entre os quais o campeonato brasileiro e a Taça Libertadores.

Neste regresso à Luz, Jorge Jesus vai substituir o técnico interino Nélson Veríssimo, que assumiu o comando da formação benfiquista após a demissão de Bruno Lage.

Continue a ler

Populares