Ligue-se a nós

Atualidade

Instagram remove vídeo de Neymar, investigado por divulgar fotos íntimas

Publicado

Foto: Facebook Neymar Jr.

O vídeo de cerca de sete minutos postado por Neymar para se defender de uma acusação de violação foi eliminado pelo Instagram, na madrugada desta segunda-feira, segundo a publicação brasileira Veja.

Além da acusação de violência sexual o jogador está a ser investigado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro por divulgação de fotos íntimas.

“O conteúdo foi removido por violar as Diretrizes da Comunidade do Instagram”, comunicou a assessoria da rede social.

Neymar da Silva Santos, pai do jogador, já tinha dito que o vídeo tinha sido apagado pelo próprio Instagram, mas defendeu a atitude do filho. “Não tínhamos escolha. Eu prefiro um crime de internet do que uma violação. Foi o Instagram que tirou. Ele preservou a imagem, o nome. Ele precisava de se defender rapidamente”, disse, em entrevista à Band.

No vídeo, Neymar defendia-se ds acusações de violação e dizia estar a ser vítima de extorsão. Exibiu a troca de mensagens, nas quais aparecem fotos da suposta vítima nua ou seminua, com o rosto e partes íntimas borradas.

Atualidade

Em Portugal Continental não vai haver quarentena para turistas

Publicado

O primeiro-ministro assegurou hoje que em Portugal Continental não irão vigorar normas de quarentena para quem venha de fora do país, e disse estar tranquilo e “sem pressas” quanto à reabertura da fronteira terrestre com Espanha.

No final de um Conselho de Ministros de quase oito horas, que se reuniu para fazer o balanço das medidas da segunda fase de desconfinamento e tomar decisões relativamente à terceira fase, no âmbito da pandemia de covid-19, António Costa foi questionado se Portugal estava a negociar com algum país para que turistas possam entrar no país sem quarentena.

“Em Portugal Continental não vigorou, não vigora e nem pretendemos que venham a vigor normas de quarentena, têm sido única e exclusivamente adotadas pelas Regiões Autónomas, nunca o Governo da República as adotou e nunca as irá adotar”, afirmou.

Questionado se concorda com o anúncio feito pelo seu homólogo espanhol, Pedro Sánchez, de que a fronteira terrestre não reabra antes de 15 de julho, o primeiro-ministro remeteu o tema para negociações bilaterais.

“Estamos totalmente tranquilos e sem pressas na reabertura da nossa fronteira, respeitamos integralmente a sua vontade de não proceder à reabertura antecipada de fronteiras”, afirmou.

António Costa salientou que esta fronteira terrestre se mantém aberta para transporte de mercadorias, trabalhadores transfronteiriços e para os emigrantes que pretendam atravessar a Espanha para vir a Portugal, recordando que França já assegurou que os portugueses não terão de cumprir quarentena no regresso de férias.

Lusa

Continue a ler

Populares