Ligue-se a nós

Entretenimento

HBO domina prémios Emmy

Publicado

Foto: Facebook Succession

A HBO foi a cadeia que mais prémios Emmy arrecadou esta madrugada, em Los Angeles, levando 30 estatuetas e vencendo em várias das categorias mais importantes da cerimónia.

“Succession” foi considerada a Melhor Série Dramática do ano.

 

“Watchmen” venceu o Emmy para Melhor Minissérie.

“Last Week Tonight With John Oliver” foi a Melhor Série de Variedades, ‘talk show’.

“Bad Education” venceu na categoria de Melhor Filme para Televisão.

Nas categorias de representação, as séries da HBO – que totalizara 107 nomeações – renderam prémios a vários protagonistas, incluindo Regina King, por “Watchmen”, Jeremy Strong, por “Succession”, Zendaya, por “Euphoria”, e Mark Ruffalo, por “I Know This Much is True”.

Os números indicam que a HBO conseguiu voltar a superar a concorrência, com especial atenção para a plataforma de ‘streaming’ Netflix, que até tinha recebido um recorde de nomeações para os Emmys, 160, mais do que qualquer outra cadeia na história.

A Netflix totalizou 21 prémios Emmy, sendo apenas dois das categorias principais – Maria Schrader, por “Unorthodox”, na realização, e Julia Garner, como Melhor Atriz Secundária, em “Ozark”.

Ambas as plataformas conquistaram menos prémios que no ano passado: a HBO levou menos quatro; a Netflix, menos seis.

O mesmo sucedeu com o serviço de ‘streaming’ Amazon Prime, que teve um desempenho fraco, ao contrário do que aconteceu na edição dos Emmys em 2019. A plataforma levou apenas quatro estatuetas, todas por “The Marvelous Mrs. Maisel”.

Também a Hulu teve uma contabilidade reduzida por comparação com outros anos, recebendo apenas uma estatueta.

Disney Plus e NBC, com oito Emmys cada, foram os destaques fora do pódio de plataformas de ‘streaming’ que nos últimos anos têm batalhado pelo domínio do panorama televisivo.

“The Mandalorian”, da Disney Plus, venceu sete estatuetas. Este serviço de ‘streaming’ foi lançado nos Estados Unidos há menos de um ano e chegou a Portugal este mês.

Sem grandes surpresas nos prémios, a 72.ª cerimónia dos Emmys decorreu em Los Angeles, também sem público, por causa da pandemia de covid-19, e foi apresentada por Jimmy Kimmel.

“O mundo pode estar terrível, mas a televisão nunca esteve melhor”, disse o apresentador, sublinhando que estas séries se tornaram mais importantes que nunca para as famílias fechadas em casa durante o confinamento.

Entretenimento

Sapatilhas usadas pelo rapper Kanye West nos Grammy de 2008 podem valer 1ME

Publicado

Foto: Sothebys

As sapatilhas utilizadas pelo rapper norte-americano Kanye West na 50.ª edição dos prémios Grammy, em 2008, foram colocadas à venda pela casa de leilões Sotheby’s, que estima que o preço ultrapasse um milhão de dólares, foi divulgado na terça-feira.

Estas sapatilhas, que originaram a linha ‘Yeeze’, foram desenhadas exclusivamente pela Nike para o artista utilizar durante a cerimónia dos Grammy, que decorreu em fevereiro de 2008.

Naquela cerimónia, o músico interpretou temas da sua autoria como ‘Hey Mama’ e ‘Stronger’.

A empresa de roupa desportiva e o artista juntaram-se para desvendar as Nike Yeezy Empire naquela noite, o que permitiu à linha de sapatilhas dar um salto para o mundo da moda, noticia a agência EFE.

Segundo a casa de leilões Sotheby’s, este calçado desportivo estará em exibição entre 16 e 21 de abril no Centro de Convenções e Exposições de Hong Kong.

E acrescentou que a venda será privada, estimando que o preço ultrapasse um milhão de dólares (cerca 840 mil euros).

O par de sapatilhas foi oferecido pelo colecionador de calçado desportivo e também o curador daquela exposição, Ryan Chang.

Segundo a Nike, estas foram as primeiras sapatilhas da linha Yeezy voltadas para o artista e não para o atleta, o que permitiu outras colaborações.

“Este par é fundamental para o desenvolvimento da linha Yeezy, que se tornou uma das marcadas de calçado e estilo de vida mais importantes da história”, frisou o responsável da Sotheby’s, Brahm Wachter.

O calçado foi desenhado por West e Mark Smith na fábrica da Nike, localizada no edifício sede em Beaverton, Estado norte-americano de Oregon, em 2007.

Naquela cerimónia dos Grammy, Kanye West conquistou quatro prémios, incluído o de melhor álbum de rap.

Continue a ler

Populares