Ligue-se a nós

Atualidade

GNR realizou em 2023 mais de 3.000 missões de combate inicial a incêndios florestais

Publicado

A GNR realizou, no ano passado, 3.187 missões de combate inicial a incêndios florestais através de equipas helitransportadas e 118 missões de busca e resgate, segundo um balanço hoje divulgado para assinalar o Dia Internacional da Proteção Civil.

Segundo o balanço da GNR, referente a 2023, a Unidade de Emergência de Proteção e Socorro da corporação efetuou também 18 missões envolvendo matérias perigosas, 26 missões de inspeção em ambientes aquáticos e subaquáticos e 186 missões com recurso a sistemas aéreos pilotados remotamente.

No combate inicial a fogos florestais, a mesma unidade fez 484 intervenções por meios terrestres.

Ainda no âmbito da proteção civil, a GNR participou em 2023 em três missões internacionais, uma de busca e salvamento no sismo da Turquia e duas de combate a incêndios florestais no Chile e no Canadá.

A Unidade de Emergência de Proteção e Socorro da GNR atua, nomeadamente, em caso de sismos, incêndios, cheias, acidentes graves e operações de busca e salvamento.

Em março, a unidade vai realizar no país diversas ações de sensibilização junto da população sobre a temática da proteção civil, “alertando para as medidas de autoproteção e mitigação do risco”.

Publicidade
4 Comentários

4 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.