Ligue-se a nós

Atualidade

Fim-de-semana de calor. Temperaturas descem a partir de segunda-feira

Publicado

O tempo quente veio passar o fim-de-semana numa estadia que se prevê curta. Se nos próximos dois dias as máximas vão rondar os 35 graus em vários distritos do continente, na segunda-feira as temperaturas vão baixar em todo o território entre 03 a 06 graus, segundo a meteorologista Maria João Frada.

A especialista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) disse hoje à Lusa que “no sábado vamos continuar com valores da temperatura máxima entre os 30 e os 35 graus, com exceção da zona da Serra da Estrela e da faixa costeira da região norte. No domingo continuamos ainda com tempo quente, mas prevê-se já uma descida da máxima no litoral a norte do Cabo Raso”, disse.

“Na segunda-feira, as máximas descem 03 a 06 graus e chegamos a quarta-feira com as temperaturas máximas a não ultrapassar os 20 a 25 graus, com exceção da costa sul do Algarve. Vamos ter também um aumento da nebulosidade e na segunda pode haver alguma precipitação fraca no litoral a norte do Cabo Mondego”, indicou.

Por causa do tempo quente, o IPMA colocou sob aviso amarelo os distritos de Lisboa, Braga, Leiria e Setúbal até às 17:00 de sábado.

Atualidade

Autoridades empenharam mais de 150 elementos no transporte de combustível

Publicado

Camião

A GNR e a PSP asseguraram, no total, o transporte de combustível em 139 veículos pesados, empenhando 158 elementos nesta operação, na sequência da greve dos motoristas.

Dados divulgados à agência Lusa pelo Ministério da Administração Interna, que acrescenta que estes transportes de combustível foram realizados entre segunda-feira, dia 12 de agosto, e domingo, dia em que a greve foi desconvocada pelo segundo e último sindicato que a tinham convocado.

Devido à greve dos motoristas, o Conselho de Ministros declarou em 09 de agosto a situação de crise energética, tendo esta manhã, um dia depois da desconvocação da greve, decretado o seu fim a partir das 23:59 de hoje.

Para terça-feira está marcada uma reunião no Ministério das Infraestruturas e Habitação, em Lisboa, para a retoma de negociações entre a associação patronal Antram e o SNMMP.

Continue a ler

Populares