Ligue-se a nós

Atualidade

Fim de semana com chuva e descida da temperatura

Publicado

As temperaturas de outono vão chegar a Portugal continental a partir de domingo, dia em que se prevê uma descida da máxima de 3 a 6 graus Celsius e chuva, disse à Lusa o meteorologista Ricardo Tavares.

Para hoje ainda está previsto céu pouco nublado ou limpo, vento moderado e temperaturas que em alguns locais ainda vão rondar os 30 graus, disse o especialista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

“Para amanhã [sábado] já vamos ter uma alteração significativa. Está previsto céu muito nublado com possibilidade de ocorrência de aguaceiros e trovoadas, em especial nas regiões Centro e Sul durante a tarde, e uma ligeira descida das temperaturas”, disse.

No domingo, segundo Ricardo Tavares, as temperaturas, em especial a máxima vão sofrer uma descida significativa.

“Devido à passagem de uma superfície frontal fria, no domingo vamos ter chuva e uma descida da temperatura de 3 a 6 graus. Na segunda-feira vamos ter uma nova descida de 2 a 4 graus. Na soma dos dois dias e em alguns casos a descida poderá chegar aos 10/12 graus, mas na generalidade do território será de 6/7 graus”, indicou.

Segundo o meteorologista, na segunda-feira a precipitação vai estender-se a todo o território do continente.

Atualidade

Porto e Gaia querem tabuleiro inferior da Ponte Luís I sem trânsito automóvel

Publicado

Foto: Wikipédia

As câmaras do Porto e de Gaia abandonaram a ideia de colocar passadiços no exterior do tabuleiro inferior da Ponte Luís I, que liga os dois municípios, e defenderam a exclusão do trânsito automóvel.

Numa sessão dedicada às pontes entre Porto e Gaia, no âmbito do Ciclo “Inovação Fora de Portas – Engenharia Civil à Mostra”, no Porto Innovation Hub, o vereador do Urbanismo da Câmara do Porto, Pedro Baganha, revelou que o projeto está “parado e abandonado”, acrescentando que “não chegou a ir a Conselho de Cultura”, dado que chumbaria se tal sucedesse.

Quando foi anunciado, em 2015, o projeto previa a construção de dois passeios de dois metros do lado de fora do tabuleiro inferior da Ponte Luís I.

A construção dos passadiços suspensos custaria cerca de 600 mil euros e necessitaria da autorização da Direção Regional da Cultura do Norte. Contudo, as autoridades competentes do património levantaram dúvidas quanto a esta pretensão.

Continue a ler

Populares