Ligue-se a nós

Atualidade

FC Porto condenado a pagar dois milhões de euros ao Benfica no caso dos e-mails

Publicado

O FC Porto foi parcialmente condenado no caso dos e-mails, tendo de pagar uma indemnização de cerca de dois milhões de euros ao Benfica, escreve o JN.

Segundo o jornal, o tribunal julgou parcialmente o pedido do Benfica, que exigia uma indemnização de cerca de 17 milhões de euros.

Segundo a decisão a que o JN teve acesso, o FC Porto, a FC Porto SAD e Francisco J. Marques foram condenados a pagar cerca de dois milhões de euros, valor que compreende 523 mil euros de danos patrimoniais emergentes e 1,4 milhões de danos não emergentes.

Ainda haverá uma condenação em liquidação de sentença por causa dos segredos de negócio.

Os administradores da SAD – Pinto da Costa, Fernando Gomes e Adelino Caldeira – e a empresa Avenida dos Aliados foram absolvidos.

Atualidade

GNR apreendeu atum-rabilho com mais de 200 quilos em Ílhavo

Publicado

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR apreendeu na quarta-feira, na Gafanha da Nazaré, em Ílhavo, um exemplar de atum-rabilho com 205 quilogramas, bem como 226 quilogramas de pescado fresco de diversas espécies, num valor estimado de 6.980 euros.

Segundo um comunicado da GNR, o pescado foi descarregado de uma embarcação de pesca costeira “sem cumprir com as obrigações respeitantes ao registo obrigatório no diário de pesca das quantidades estimadas de cada espécie, bem como a respetiva notificação prévia antes de chegada a porto”.

A GNR informa que, de acordo com a legislação em vigor, o atum-rabilho faz parte de uma das oito espécies de atum pertencentes à família “Scombridae”, sendo uma espécie e predador de topo, com elevada importância para a pesca comercial e que está em perigo de extinção.

“Foi identificado o mestre da embarcação e elaborado o respetivo auto de contraordenação pelas infrações de não registo obrigatório no diário de pesca e notificação prévia antes de chegada a porto, cujas coimas podem atingir os valores de 75 mil euros e os 125 mil euros, respetivamente”, refere a mesma nota.

Continue a ler

Populares