Ligue-se a nós

Atualidade

Facebook ainda não está a 100%

Publicado

Facebook Telemóvel

Desde as 15 horas desta quarta-feira e até ao momento, o Facebook ainda não explicou o que aconteceu, mas garante que não se tratou de um ataque cibernético.

A última justificação da rede social foi dada no Twitter, esta quarta-feira, pelas 19h00 (hora local).

De acordo com o Sapo Tek trata-se do maior “apagão” da sua história e ainda não foi completamente resolvido.

Apesar de estarem quase restauradas, as redes sociais Facebook, Instagram e até o WhattsApp registaram a mais longa duração de problemas de acesso de sempre. Ao fim de quase 20 horas desde as primeiras queixas, por volta das 15 horas desta quarta-feira, ainda continuam a ser registadas anomalias, um pouco por todo o mundo.

Segundo a BBC, é preciso regressar a 2008 para comparar a mais grave falha do Facebook desde que se tornou a rede social mais popular do mundo. A diferença é que nessa altura o Facebook tinha “apenas” 150 milhões de utilizadores, e não tinha na sua família as restantes redes sociais. Atualmente, a comunidade afetada é de 2.300 milhões de utilizadores mensais.

Olhando para o mapa global do DownDetector, em Portugal as queixas de utilizadores dizem respeito a Lisboa, principalmente, e já quase sem queixas o Porto. No resto da Europa, Madrid, Barcelona, Paris e Londres, são algumas das regiões afetadas.

Atualidade

Mãe de menina que morreu na bagageira pode ser acusada de ofensa à integridade física

Publicado

Emergência Ambulância

A mãe da menina que morreu na bagageira, na sequência de um acidente de carro na madrugada de domingo em Cascais, pode vir a ser acusada de pelo menos dois crimes, avança o jornal Sol.

O advogado Rogério Alves disse ao Jornal de Notícias (JN) que a mulher, que era também a condutora do carro, pode ser acusado de “condução perigosa de veículo rodoviário, numa pena que pode ir até três anos de prisão”; e ainda do crime de “ofensa à integridade física com agravação do resultado, o que inclui uma pena que também pode ir até aos três anos de cadeia”.

O acidente aconteceu pelas 0h20 horas de domingo, sendo que no carro estavam oito pessoas, incluindo duas crianças que seguiam na bagageira, uma menina de 10 anos e um rapaz de 13.

De acordo com fonte da GNR, citada pelo JN, o caso “está agora entregue ao Núcleo de Investigação de Acidentes do Destacamento de Trânsito da GNR de Carcavelos”.

Continue a ler

Populares