Ligue-se a nós

Atualidade

EUA anunciam reforço da presença militar no Iraque com “centenas de soldados”

Publicado

Os EUA anunciaram o reforço do seu contingente militar no Iraque com “centenas de soldados”, após as manifestações junto à sua embaixada em Bagdad em protesto contra uma ação militar no domingo que provocou dezenas de mortos e feridos.

Um responsável norte-americano, citado pela agência noticiosa AFP, referiu que os Estados Unidos já enviaram centenas de soldados para o Kuwait, país vinho do Iraque.

Previamente, Donald Trump tinha ameaçado o Irão ao referir que vai pagar um “alto preço” após milhares de manifestantes terem assaltado um setor da embaixada nos EUA em Bagdad aos gritos de “Morte à América”.

“O Irão será totalmente responsabilizado pelas vidas perdidas ou os estragos nas nossas instalações. Vão pagar caro [em maiúsculas]”, preveniu o Presidente dos EUA num ‘tweet’. “Não se trata de uma advertência, é uma ameaça”, acrescentou.

Por sua vez, a diplomacia iraniana denunciou a “surpreendente audácia dos responsáveis americanos”, que “atribuem à República islâmica do Irão as manifestações do povo iraquiano contra os seus atos cruéis”.

O agravamento das persistentes tensões entre Washington e Teerão reforçou os receios de uma escalada que degenere em confrontação militar direta entre os dois países inimigos.

De momento, o Iraque parece manietado pelos seus dois incómodos aliados e tornou-se no palco do seu braço de ferro.

Os Estados Unidos enviaram hoje reforços para proteger a sua embaixada em Bagdad, atacada por milhares de iraquianos pró-Irão em protesto contra os recentes e mortíferos ataques norte-americanos.

O Presidente dos EUA, Donald Trump, acusou de imediato o Irão de ter “orquestrado” um “ataque” pelo qual será “plenamente responsável”, fazendo recear uma nova escalada no país, onde decorre deste há três meses uma revolta popular inédita.

Desporto

Benfica empata com Tondela na Luz

Publicado

O Benfica empatou hoje em casa com o Tondela, 0-0, em jogo da 25.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e reassumiu a liderança do campeonato, em igualdade pontual com o FC Porto.

No regresso da competição, após 87 dias de paragem, devido à pandemia de covid-19, os ‘encarnados’ dominaram a partida disputada no estádio da Luz, mas não conseguiram ultrapassar a boa organização do Tondela.

Com o empate de hoje, o Benfica, que vinha de outros dois empates antes da paragem, regressou à liderança do campeonato, com 60 pontos, os mesmos que os ‘dragões’, que perderam em Famalicão (2-1), enquanto o Tondela, que não vence há seis jogos, está em 13.º lugar, com 26 pontos.

Continue a ler

Populares