Ligue-se a nós

Atualidade

Em Vigo já é Natal

Publicado

Em Vigo já se prepara o Natal em pleno agosto. Luzes começam a ser instaladas esta semana
A instalação das tradicionais luzes nas ruas arranca esta quarta-feira, já que devido à pandemia as “normas estabelecem que os trabalhos sejam mais lentos”, justificam responsáveis locais.

O jornal La Voz de Galicia confirma o início dos trabalhos, que arrancam pelo meio dia, estando a operação a cargo da empresa Ximénez, que zelará assim pela correta instalação de um dos maiores postais turísticos da cidade nos últimos anos, quatro meses antes da aguardada quadra festiva.

Entretanto, o alcaide Abel Caballero não adiantou grandes detalhes sobre esta decisão, revelando apenas ao mesmo jornal que não só serão iluminadas as mesas ruas do ano passado como haverá “mais algumas” no plano. De resto, esta mesma quarta-feira será feita a apresentação formal do projeto das “melhores luzes de Natal do mundo”, como assim se anunciam, prevendo-se que aborde ainda eventuais medidas para que os locais possam viver o Natal em segurança nos espaços públicos, sendo que os números que chegam do país vizinho não têm sido os mais animadores.

Sobre a antecedência, o responsável esclarece apenas que começam mais cedo este ano “porque as regras estabelecem que os trabalhos devem ser mais lentos, há mais protocolos de segurança, e vamos precisar de mais 20 dias do que em 2019”.

Atualidade

Novembro vai ser um mês muito duro diz António Costa

Publicado

O primeiro-ministro anunciou há pouco o confinamento parcial em 121 concelhos com mais de 240 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

António costa anunciou o dever cívico de recolhimento domiciliário. É a forma de evitar apanharmos o virús.

Os restaurantes vão passar a encerrar às 22h30h e só poderão ter mesas com 6 pessoas. As lojas encerram às 22h.

As medidas vão entrar em vigor a partir de 4 de novembro . A  reavaliação das novas medidas  vai ser feita de quinze em quinze dias.

António Costa avançou também ter pedido uma audiência a Marcelo Rebelo de Sousa de forma a pedir ao Presidente da República que seja declarado o Estado de Emergência nestas zonas.

Continue a ler

Populares