Ligue-se a nós

Atualidade

Diretor-executivo da Ryanair diz que o tempo dos voos a 10 euros acabou

Publicado

O diretor-executivo da Ryanair, Michael O’Leary, disse num programa de rádio da BBC, que a era em que era possível ‘voar’ a 10 euros ou menos acabou. “Acho que não vamos ver essas tarifas nos próximos anos”.

Com o aumento dos combustíveis, a tarifa média da companhia aérea irá subir de 40 para 50 euros ao longo dos próximos anos, apontou O’Leary.

Apesar dos aumentos, não só nos combustíveis como também nos custos da energia, que impactarão o orçamento das famílias, o diretor-executivo da Ryanair acredita que isso não irá fazer com que as pessoas viajem menos.

O’Leary espera que os clientes procurem opções de baixo custo em vez de reduzirem nos voos. “Achamos que as pessoas vão continuar a voar com frequência. Mas acho que vão se tornar muito mais sensíveis aos preços”, considerou.

O diretor-executivo adianta ainda que a Ryanair está a investir em aeronaves mais eficientes em termos de combustível, mas frisa que as maiores reduções no uso de combustíveis fósseis virão da mudança de gasolina e diesel para veículos rodoviários elétricos, e não no que diz respeito ao setor aéreo.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.