Ligue-se a nós

Música

Dino D’Santiago foi o grande vencedor dos prémios Play

Publicado

Foto: Facebook Dino D Santiago

A primeira edição dos Play – Prémios da Música Portuguesa aconteceu ontem à noite, 9 de abril, no Coliseu de Lisboa e Dino D’Santiago foi o mais premiado ao vencer três das 12 categorias.

O cantor subiu três vezes ao palco para receber os prémios de Melhor Artista Solo, Melhor Álbum (‘Mundo Nôbu’) e Prémio da Crítica.

Blaya era a mais nomeada da noite, em três categorias, e acabou por não vencer nenhum prémio.

A cerimónia da noite que celebra a música portuguesa foi apresentada por Filomena Cautela e Inês Lopes Gonçalves, já os vencedores de cada categoria foram sendo apresentados por duplas.

Conan Osíris recebeu o prémio revelação:

Os prémios Play regressam em 2020.

Confira abaixo a lista de vencedores da primeira edição dos Play:

Melhor Grupo: Dead Combo

Melhor Artista Solo: Dino D’Santiago

Melhor Álbum: ‘Mundo Nôbu’, Dino D’Santiago

Melhor Vídeo: ‘Amor em Tempo de Muros’ com Lila Downs, Pedro Abrunhosa

Prémio Lusofonia: ‘Nada Mudou’, Matias Damásio

Prémio da Crítica: ‘Mundo Nôbu’, Dino D’Santiago

Prémio Revelação: Conan Osiris

Melhor Álbum Fado: ‘Maria’, Carminho

Melhor Artista Internacional: Kendrick Lamar

Melhor Canção Internacional: ‘All the stars’ (with SZA), Kendrick Lamar

Vodafone Melhor Canção: ‘Estradas no Céu’, de Valas com Raquel Tavares

Atualidade

Bryan Adams acusado de racismo por dizer que na China comem morcegos e fazem vírus

Publicado

“Graças a uma m**** de ideia de comer morcegos, à venda de animais em mercados e a sacanas gananciosos fazedores de vírus, todo o mundo está agora em pausa, para não falar dos milhares que sofreram ou morreram deste vírus”. Tornem-se vegans”. Foi este o comentário escrito nas redes sociais pelo músico Bryan Adams, que logo motivou acusações de racismo. O cantor canadiano já pediu desculpa.

O músico utilizou as redes sociais para falar sobre a frustração de ver uma série de concertos que iria realizar no Royal Albert Hall (sala de espetáculos de Londres) cancelada.

As palavras rapidamente lhe valeram acusações de racismo.

A indignação gerada levou o músico a pedir desculpas e a explicar que estava apenas a pedir às pessoas para deixarem de comer animais e se tornarem veganas.

Continue a ler

Populares