Ligue-se a nós

Desporto

Di María desabafa sobre sacrifícios para vingar no futebol

Publicado

Foto: Facebook Angel Di María

Di María, jogador do Paris Saint-Germain, utilizou as redes sociais para partilhar um longo texto sobre a vida de um futebolista e sobretudo os sacrifícios necessários para vingar no mundo do futebol.

“O que fizeste na segunda-feira? Fui treinar. O que fizeste na terça-feira? Fui treinar. O que fizeste na quarta-feira? Fui treinar. O que fizeste na quinta-feira? Fui treinar. O que fizeste na sexta-feira? Fui treinar. Fazemos algo no fim de semana? Não posso, tenho jogo. O treino acaba, paramos e olhamos o campo, com terra, pedras, erva, o lugar onde jogamos. Essa terra e essas pedras onde já caímos e raspamos os joelhos, as costas, os cotovelos, as mãos… Essa terra e essas pedras que nos ficavam dentro das chuteiras e nos incomodavam durante os jogos. A terra que fez com que sujássemos a casa toda e com que a nossa mãe nos diga: ‘tira essas chuteiras e meias e vai já direto para o banho’. O que nos dá força a cada ano para arrancar um campeonato?”, escreveu o ex jogador do Benfica.

“O que sabem eles? Muita gente diz que o futebol não tem nada a ver com a vida… Não sei o quanto sabem da vida, mas de futebol… não sabem nada!”, terminou o jogador argentino.

Desporto

Bruno Lage renova com o Benfica até 2024

Publicado

O treinador do Benfica, Bruno Lage, renovou o contrato até 2024, anunciou hoje o clube campeão português de futebol, no seu site oficial.

Bruno Lage, de 43 anos, assumiu o comando da equipa principal do Benfica em janeiro de 2019, substituindo Rui Vitória, e tinha contrato até 2023, que tinha assinado quando regressou à equipa B.

Na estreia como treinador na I Liga, o setubalense levou os ‘encarnados’ à conquista do título da I Liga, depois de ter pegado na equipa no terceiro lugar, a sete pontos do então líder FC Porto.

Em 53 jogos no comando do Benfica, Bruno Lage conseguiu 40 vitórias, tendo apenas uma derrota em jogos do campeonato, cuja atual edição lidera com 36 pontos, mais quatro do que o segundo, o FC Porto.

“Estive sempre tranquilo relativamente a essa questão [da renovação], porque, desde o momento em que falei com o presidente, sabia que seria fácil de resolver. É um não assunto, e os ‘timings’ no Benfica têm sido todos certos. Eu só queria saber o local para assinar, darem-me os papéis para a frente e a questão ficava resolvida”, disse o treinador aos meios de comunicação do clube.

Em relação ao novo contrato referiu: “Tinha um contrato prolongado até 2023, foi acrescentado um ano e o tal aumento de salário. Como tal, estou feliz e orgulhoso por reconhecerem, fundamentalmente, o nosso profissionalismo e dedicação, para continuarmos sempre empenhados em dar o nosso melhor pelo clube”.

A finalizar, Bruno Lage apontou como metas “continuar a ganhar, a vencer, estar inserido em todas as provas e ter grandes conquistas”.

Continue a ler

Populares