Ligue-se a nós

Atualidade

Cólera afeta mais de duas mil pessoas em Moçambique

Publicado

Marinha resgata mulher Moçambique 3
Foto: Facebook Marinha Portuguesa

As autoridades moçambicanas registaram, esta sexta-feira, 353 novos casos de cólera no centro do país, elevando para 2.094 o registo de pessoas que já foram infetadas no surto que se seguiu ao ciclone Idai.

O número de novos casos tinha abrandado na quarta-feira, mas hoje voltou a crescer. A percentagem de doentes curados é de 94%, havendo a registar duas mortes.

Uma campanha de vacinação contra a cólera arrancou na quarta-feira no centro de Moçambique e prevê abranger 884 mil pessoas com uma vacina oral que tem uma eficácia superior a 80%, anunciou o Governo moçambicano.

Em Moçambique, segundo dados do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades, a passagem do ciclone Idai terá afetado 1,4 milhões de pessoas, provocando pelo menos 598 mortos e 1.641 feridos.

Atualidade

GNR apreendeu atum-rabilho com mais de 200 quilos em Ílhavo

Publicado

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR apreendeu na quarta-feira, na Gafanha da Nazaré, em Ílhavo, um exemplar de atum-rabilho com 205 quilogramas, bem como 226 quilogramas de pescado fresco de diversas espécies, num valor estimado de 6.980 euros.

Segundo um comunicado da GNR, o pescado foi descarregado de uma embarcação de pesca costeira “sem cumprir com as obrigações respeitantes ao registo obrigatório no diário de pesca das quantidades estimadas de cada espécie, bem como a respetiva notificação prévia antes de chegada a porto”.

A GNR informa que, de acordo com a legislação em vigor, o atum-rabilho faz parte de uma das oito espécies de atum pertencentes à família “Scombridae”, sendo uma espécie e predador de topo, com elevada importância para a pesca comercial e que está em perigo de extinção.

“Foi identificado o mestre da embarcação e elaborado o respetivo auto de contraordenação pelas infrações de não registo obrigatório no diário de pesca e notificação prévia antes de chegada a porto, cujas coimas podem atingir os valores de 75 mil euros e os 125 mil euros, respetivamente”, refere a mesma nota.

Continue a ler

Populares