Ligue-se a nós

Atualidade

Circulação ferroviária interrompida na Linha do Norte devido a atropelamento mortal

É o terceiro atropelamento mortal na Linha do Norte no espaço de 24 horas.

Publicado

Linha comboio

A circulação ferroviária na Linha do Norte está interrompida nos dois sentidos junto à estação de Valadares, em Vila Nova de Gaia, devido a um atropelamento mortal, disse hoje à Lusa fonte da proteção civil.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto disse à Lusa que a circulação ferroviária foi interrompida cerca das 10:00, nos dois sentidos, por precaução, enquanto decorrem os trabalhos de remoção do cadáver e de limpeza do local.

Nos trabalhos estão envolvidos 16 homens e seis viaturas dos Sapadores de Gaia e Voluntários de Valadares, além do INEM e funcionários da REFER.

Segundo o jornal i, trata-se do terceiro atropelamento mortal na Linha do Norte no espaço de 24 horas. Na quinta-feira de manhã, uma pessoa morreu depois de ter sido colhida por um comboio junto à estação de Alverca, horas depois, houve registo de mais um óbito na localidade de Silvade, em Espinho.

Atualidade

Crianças de todo o mundo escrevem cartas a pedir para salvar o planeta

Publicado

Crianças de todo o mundo enviaram cartas aos participantes na cimeira do clima que decorre em Madrid, em Espanha, a pedir medidas concretas para combater as alterações climáticas.

Com medo de um futuro incerto, criticam os adultos pelas suas atitudes irresponsáveis e mostraram-se zangadas pela falta de resposta dos políticos, muitos deles reunidos na 25.ª Conferência das Partes (COP25) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas.

“As alterações climáticas são um assunto muito importante, como sabem, e se queremos sobreviver e ter um futuro, têm de tirar-nos deste apuro”, “parem de discutir sobre o que fazer e façam já, de nada servem os planos a longo prazo nem medidas que nunca se chegam a desenvolver; não deixem que o planeta caia” são alguns dos apelos deixados nas cartas divulgadas pela agência espanhola EFE.

Às críticas juntam-se sugestões. “Gostaríamos que os sacos do supermercado fossem de papel e que não houvesse plástico para a fruta, para além de que cada um devia levar os seus próprios sacos” e “uma solução podia ser a reflorestação, em que cada família teria que plantar uma árvore – se tiver um jardim – se não tiver, plantar flores ou plantas pequenas”.

A concluir escrevem: “Obrigada por lerem esta carta e lembrem-se, um pequeno gesto pode salvar o planeta”.

Continue a ler

Populares